Notícias

CES Las Vegas 2014: acompanhamos as tendências da tecnologia

09 janeiro 2014 Arquivado

09 janeiro 2014 Arquivado

Na feira de eletrónica em Las Vegas, Estados Unidos, os televisores OLED e 4K, telemóveis e acessórios tecnológicos para o dia-a-dia e até desporto estão na mira da nossa equipa.

No setor da tecnologia, de 7 a 10 de janeiro, todos os caminhos vão dar à CES (Consumer Electronics Show), feira escolhida por inúmeros fabricantes para lançar as suas conquistas mais recentes. A nossa equipa está em Las Vegas para informar acerca das tendências e novidades. A feira dá-nos também oportunidade para planear em tempo útil eventuais adaptações aos nossos programas de teste e mantê-los mais atuais.

As curvas estão à vista em televisores, mas temos algumas dúvidas sobre as suas vantagens, visíveis nos ecrãs curvos dos telemóveis que pudemos experimentar.

Os telemóveis são cada vez maiores e o design curvo do ecrã facilita a manipulação.
Os telemóveis são cada vez maiores e o design curvo do ecrã facilita a manipulação.

Televisores OLED e 4K: enormes, curvos e mais versáteis
Ecrãs de material orgânico que dispensam retro iluminação e com o potencial para níveis de contraste, ângulos de visão e tempos de resposta revolucionários: já conhecemos as promessas dos televisores OLED em 2012 e em 2013, onde marcaram presença nas feiras de eletrónica. Mas só este ano deveremos ver estes equipamentos nas nossas lojas. As maiores marcas mundiais já fizeram saber que a aposta é para continuar e tencionam impressionar na CES.

Ecrãs curvos, de dimensões generosas e com resolução 4K são também esperados. A definição 4K é duas vezes superior no plano horizontal e vertical face à Full-HD na maioria dos televisores vendidos: 3840x2160 pix, em vez de 1920x1080 pix. Sem conteúdos, como discos Blu-ray, jogos de consolas ou emissões televisivas para ver nessa resolução, não nos deixamos deslumbrar pelas apresentações, pois estes dispendiosos televisores 4K não trazem vantagens. Mas daremos conta de eventuais surpresas na CES: novidades em câmaras de vídeo 4K, leitores multimédia ou de Blu-ray 4K e até possíveis atualizações à Sony PS4 ou Xbox One, que permitam suportar aquele nível de resolução.

Estaremos ainda atentos às novidades nas aplicações online dos televisores.

A resolução Ultra HD ou 4K é a grande aposta das marcas de televisores.
A resolução Ultra HD ou 4K é a grande aposta das marcas de televisores.
Ecrãs curvos alegam uma experiência de visualização mais envolvente.
Ecrãs curvos alegam uma experiência de visualização mais envolvente.

Relógios e tecnologia em acessórios
Os relógios de pulso inteligentes (smartwatches) estão entre as inovações com mais destaque. Mais do que mostrar as horas, os relógios inteligentes podem ser emparelhados por Bluetooth com um smartphone e receber notificações de chamadas recebidas, SMS, e-mails e novidades nas redes sociais, entre outros. Como os smartwatches atuais estão dependentes de telemóveis, não dispõem de ligações de dados, nem módulo de GPS, vamos verificar se já existem projetos de aparelhos mais autónomos.

Experimentámos acessórios que acompanham a atividade física. Pulseiras biométricas que exibem o número de passos dados e calorias gastas por dia estão entre as tendências.

Desde pulseiras biométricas a relógios com aplicações de corrida, a tecnologia decidiu na saúde.
Desde pulseiras biométricas a relógios com aplicações de corrida, a tecnologia decidiu na saúde.

Internet por toda a parte
“Aspira a casa já, estou a caminho de casa” ou “Desliga o frigorífico, fomos de férias” não serão recados para familiares ou vizinhos prestáveis. Comunicar por SMS, por exemplo, com os seus eletrodomésticos está perto de ser uma realidade. É a chamada “Internet of things” (a “Internet das coisas”), que deverá ser um dos grandes destaques da feira: consiste na ligação à Net de aparelhos que podem ser controlados remotamente e dar indicação do seu estado atual. Com equipamentos e até carros ligados entre si e com acesso aos seus dados pessoais, em tempo real, as marcas pretendem facilitar o seu dia-a-dia.

Parece ficção científica? Dissemos o mesmo da impressão em 3D no ano passado. Mas, de curiosidade a beliscar o imaginário, a impressão em 3D ascendeu a tendência confirmada e em expansão, ainda sem expressão no nosso mercado, pois os preços rondam os 2 mil euros. Estaremos atentos aos desenvolvimentos no sentido de uma maior facilidade de utilização e preços mais baixos.

Já há aspiradores que podem ser ligados em rede e comunicar com telemóveis.
Já há aspiradores que podem ser ligados em rede e comunicar com telemóveis.

Imprimir Enviar por e-mail