Dicas

Televisores: o suporte certo para fixar o seu modelo

19 abril 2013

19 abril 2013

Os suportes fixos são mais simples e seguros para ecrãs grandes e pesados. Os suportes articulados permitem orientar o ecrã, mas podem custar mais de 100 euros.

Início

Perante a vasta oferta de televisores, a escolha não é fácil. Mas o nosso teste ajuda. Compare o preço, o equipamento e os resultados.

Depois de escolher o modelo, falta instalá-lo no sítio ideal. Existem vários tipos de fixações, que dependem do local onde pretende instalar o televisor, da sua dimensão e peso e da necessidade de orientar o ecrã em diferentes direções. Os suportes de fixação não são compatíveis com qualquer tipo de televisor, embora alguns sejam anunciados como universais.

Escolhido o tipo de suporte, consulte as medidas Vesa para acertar na medida. Estas indicam a distância entre os furos na parte traseira do televisor e obedecem a um padrão que permite compatibilizar com o suporte. Todos os aparelhos têm 4 furos atrás. A uma medida Vesa 75 corresponde uma distância entre furos (vertical e horizontal) de 75 mm (7,5 centímetros).

Instale o televisor longe de fontes de luz direta. Se precisar de orientar o ecrã, para desviar da luz ou corrigir o ângulo de visionamento, escolha um suporte orientável. A posição ideal para ver televisão é de frente para o ecrã. Caso se posicione numa posição lateral, a imagem piora. Pode resultar menos brilhante, sobretudo nos filmes em 3D. Para usufruir do efeito tridimensional, é essencial estar de frente. Além disso, não causa cansaço muscular.

Posicione o televisor com o centro do ecrã à altura dos olhos. Se estiver sentado, tal corresponde a uma distância de 85 a 100 cm do chão. Com ecrãs de grandes dimensões, poderá ter de adaptar.