Primeiras impressões

Samsung Galaxy Note 8: aposta forte nas funcionalidades

É o regresso da série Note após as anomalias do Note 7 que levaram à retirada das lojas e abandono da produção. O novo modelo da Samsung impressiona pelas funcionalidades adicionais.

25 agosto 2017
samsung galaxy note 8 em primeira análise

Samsung

Chega a 18 de setembro às lojas, por € 1.019,90, o novo modelo da série Note, o Samsung Galaxy Note 8, com caneta inteligente. Depois dos problemas do modelo anterior (a Samsung retirou do mercado o Note 7 após vários aparelhos se terem incendiado nas mãos de utilizadores devido a um defeito nas baterias), as atenções estão concentradas neste promissor smartphone. E não apenas para se perceber se tem os mesmos problemas de bateria que o anterior, mas sobretudo pelos recursos interessantes que a Samsung costuma introduzir nestas séries. Assim que chegar às prateleiras, vamos comprá-lo e submetê-lo ao nosso teste a telemóveis para verificar a sua qualidade.

Um S8 com caneta inteligente

Apesar de ter formas mais quadradas, o Note 8 parece-se muito com o último topo de gama da Samsung, o S8, retomando o seu “ecrã infinito”. Trata-se de um ecrã que cobre quase toda a superfície do aparelho, com uma moldura mínima para que toda a área possa ser usada. Na realidade, o Note vai ainda mais longe em relação ao S8, pois é possível esconder os 3 botões na barra inferior, o que no S8 só é possível com algumas apps. Desta forma, liberta-se ainda mais espaço no ecrã.

Também as especificações técnicas são muito semelhantes às do S8, como o processador, a resolução de ecrã e o tamanho (18.5:9). As dimensões do ecrã são ligeiramente maiores: 6.3” comparadas com as 5.8” e 6.2" do S8 e do S8+, respetivamente.

A memória RAM é de 6 GB e a capacidade de armazenamento é de 64 GB, expansível com um cartão de memória. O Note 8 também é resistente à água, carrega rapidamente e é possível fazer o carregamento sem fio (traz um carregador sem fio incluído). Comparado com o S8, o leitor de impressões digitais, sempre na parte de trás, está agora um pouco além das lentes da câmara traseira, de modo a reduzir o risco de sujidade durante a autenticação.

Câmara dupla é mais-valia

A principal inovação são as duas câmaras traseiras, ambas com 12 Mpx e um estabilizador ótico. A estratégia de colocar duas câmaras permite minimizar a limitação dos telemóveis por não terem zoom ótico. Uma câmara tem uma grande angular (26 mm de distância focal), útil para enquadrar em grupo de pessoas na foto quando o espaço é reduzido, por exemplo. A outra é uma lente com maior distância focal (52 mm) para captar ao longe. Em ambos os casos, as fotos parecem muito boas e a combinação das duas câmaras também. O uso combinado permite obter uma boa profundidade de campo, permitindo focar um objeto mantendo o fundo desfocado.

A caneta não é só para tirar notas

Apesar do nome do modelo poder sugerir que o propósito da caneta é só tirar notas, de facto o uso do Note 8 vai para além disso, piscando o olho aos mais jovens. É possível, por exemplo, escrever com o telemóvel bloqueado, ou seja, sem ter de desbloquear o aparelho primeiro. Outra das possibilidades criativas do Note 8 é afiar a ponta da caneta, aumentando a sensação de estar a usar um lápis. De tal forma realista que emite um som que lembra o lápis no papel.

Os recursos mais inovadores ligados à caneta são os que lhe permitem partilhar facilmente áreas do ecrã, tanto na forma de imagem como na forma de vídeos curtos. Interessante também a possibilidade de tradução rápida com o simples mover do lápis, seja textos ou valores de moedas ao câmbio atual.

Bom, mas não para todas as bolsas

Como todos os produtos topo de gama das principais marcas, o Note 8 é um ótimo produto para especificações técnicas e recursos inovadores relacionados com a utilização da caneta. Nem todos gostam dessa ferramenta, preferindo usar os dedos, mas, neste caso, a caneta oferece realmente uma experiência de uso diferente, sobretudo para os que gostam de compartilhar fotos e vídeos.

Também como todos os topos de gama, o Note 8 tem um preço proibitivo para muitos: cerca de 1019,99 euros. Quem fizer a pré-encomenda do Note 8 recebe uma estação Dex incluída. É um aparelho de € 159,90 que transforma o telemóvel num computador básico, quando conectado a um ecrã.

Especificações

  • Ecrã: 6,3” AMOLED com formato 18,5:9
  • RAM: 6 GB
  • Armazenamento interno anunciado: 64 GB, extensível com cartão de memória
  • Câmaras: duas câmaras traseiras com 12 Mpx uma frontal com 8 Mpx
  • Bateria: 3,300 mAh
  • À prova de água e de pó (IP68)
  • Tamanho e peso: 162,5 x 74,8 x 8,6 mm; 195g
  • Sistema operativo: Android 7.1.1
  • Scanner de íris e leitor de impressão digital

Imprimir Enviar por e-mail