Notícias

Smartphones ao ataque: máquinas compactas continuam em queda

04 maio 2017
Smartphones ao ataque: máquinas compactas continuam em queda

Conheça os novos smartphones que apostam todas as fichas na componente da imagem. Mais um golpe na esperança de vida das máquinas fotográficas compactas.

Casamento entre máquina fotográfica e smartphone

Com a bênção da Lenovo, mais recente proprietária da Motorola, o Moto Z (€ 749,99) ou Z Play (€ 519,99) podem ser acoplados a uma máquina fotográfica Hasselblad. Não se trata de uma novidade fresquinha, mas o casamento foi bastante badalado na feira de Barcelona. Muito fina e ergonómica, a Hasselblad True Zoom, com preço de € 245, traz no enxoval um zoom ótico de 10 vezes, sensor de 12 MP de apenas 6,3 x 4,7 mm, e flash de xénon. As distâncias focais vão de 25 a 250 mm, com aberturas de f:3.5-6.5 e sensibilidades ISO dos 100 aos 3200. Ou seja, trata-se quase de uma máquina fotográfica compacta, que depende do ecrã do smartphone para enquadrar e da memória deste para armazenar as fotos. Como as imagens são guardadas no smartphone, a partilha nas redes sociais ou em serviços de backup, como o Google Photos, está muito facilitada. O conceito é interessante, mas, talvez devido ao reduzido sensor, a qualidade fotográfica não deslumbra, sendo mesmo dececionante quando a luminosidade escasseia.

Smartphones ao ataque: máquinas compactas continuam em queda

O Motorola Moto Z e o Z Plus podem podem ser acoplados a uma máquina fotográfica Hasselblad. Mas a qualidade fotográfica deixa a desejar.