Notícias

Samsung Galaxy Note II: smartphone com vocação para tablet

17 outubro 2012 Arquivado

17 outubro 2012 Arquivado

A segunda geração do Galaxy Note, com chegada marcada para Portugal a 18 de outubro, tem um preço de venda livre recomendado de 789 euros para a versão de 16 GB e é compatível com a nossa rede 4G.

É o maior smartphone do mercado ou o tablet mais pequeno, que inclui um estilete, a S Pen, que facilita inserir informação, com mais funcionalidades, melhorias no software e algumas características interessantes do Samsung Galaxy S III. Os resultados dos nossos testes estarão aqui disponíveis em breve.

Esta segunda versão do Samsung Galaxy Note vem equipada com um processador de quatro núcleos, em vez dos dois do anterior, o que permite realizar várias tarefas em simultâneo com mais fluidez. Inclui o sistema operativo Android 4.1 Jelly Bean, um grande avanço sobre o seu irmão mais velho, com o Android 2.3. A bateria também foi alterada e tem maior capacidade: 3100 mAh, contra os 2500 mAh do modelo anterior. A diferença pode traduzir-se num acréscimo de autonomia significativo. 

O ecrão Super Amoled de alta definição tem a mesma resolução (1280 x 720), mas é um pouco maior: passa das 5,3 para 5,5 polegadas. O peso, 180 gramas, mantém-se praticamente igual. Estará disponível com três capacidades de memória, de 16, 32 e 64 GB.

Não há grandes alterações nas câmaras: a frontal tem 1,9 MP e, a traseira, 8 MP. Mas incluem algumas funções do Samsung Galaxy S III que tornam as câmaras mais versáteis. É o caso da Buddy Photo Share, que reconhece rostos e permite partilhar as fotos, a Burst Shot, que faz 20 disparos seguidos, e a Best Photo, que capta 8 fotos seguidas e escolhe a melhor.

Tal como na versão anterior, o Samsung Galaxy Note II inclui a tecnologia NFC (Near Field Communication) para uma partilha rápida de informação entre telemóveis e, num futuro próximo, para pagamentos com o telemóvel. Está também preparado para funcionar com as frequências de 4G instaladas no nosso país, ao contrário do iPhone 5 da Apple, cuja ligação 4G só funciona para uma das operadoras e com cobertura parcial.  

A nova S Pen está mais comprida e robusta, para uma utilização mais confortável, e inclui aplicações que aumentam as suas funcionalidades (como a Airview ou Popup Play).

A S Pen do Samsung Galaxy Note II só funciona com algumas aplicações.
A S Pen do Samsung Galaxy Note II só funciona com algumas aplicações.

Novas funcionalidades

O Samsung Galaxy Note aposta na criatividade. A função Easy Clip permite recortar facilmente conteúdos do ecrã no formato pretendido, para guardar, copiar ou partilhar. Pode depois editar a imagem com cores, sombras ou texto manuscrito. Com a nova aplicação Idea Visualizer, é possível adicionar ilustrações, através de palavras-chave manuscritas introduzidas na aplicação S Note. São exibidas imagens com o significado do texto inserido. 

Para tirar e editar fotos, há ainda a Paper Artist. Apresenta dezenas de filtros para transformar uma fotografia real num quadro pintado à mão, que pode alterar com a S Pen como se fosse uma tela.

Com a Air View, basta colocar a S Pen num e-mail, documento do S Note ou S Planner, numa imagem ou num vídeo, para visualizar o ficheiro sem o abrir. 

Já a nova funcionalidade Popup Note amplifica o conceito da Popup Play, pois permite abrir a aplicação S Note como uma janela individual em qualquer lugar do ecrã. Por exemplo, se retirar a caneta S durante uma chamada, a S Note abre-se automaticamente para anotar informação.

Outra novidade é o controlo por gestos, ou Quick Command, que ativa rapidamente as aplicações que usa mais com a S Pen. Ao pressionar o botão da caneta e deslizá-la no ecrã, de baixo para cima, surge uma janela para ações personalizadas, como enviar um e-mail, fazer uma chamada ou procurar um documento.

Para gravar vídeos a partir de uma sequência de ações e partilhá-la, o Samsung Galaxy Note disponibiliza a funcionalidade Screen Recorder.

O Samsung Galaxy Note II inclui mais funções atrativas, típicas de um smartphone. Destacamos a Smart Stay, que impede que o aparelho hiberne se detetar a presença do utilizador, e a AllShare, para partilhar ficheiros multimédia com outros dispositivos (televisores Samsung, tablets ou computadores portáteis).