Notícias

Samsung Galaxy Fold: ecrã dobrável sobrevive ao teste

O mecanismo de dobragem do Samsung Fold passou na prova de resistência. Já o telemóvel fechado ficou danificado.

  • Dossiê técnico
  • João Miguens
  • Texto
  • Sofia Frazoa e Filipa Nunes
18 dezembro 2019
  • Dossiê técnico
  • João Miguens
  • Texto
  • Sofia Frazoa e Filipa Nunes
Telemóvel Samsung Galaxy Fold

iStock

O telemóvel mais recente da Samsung, o Galaxy Fold, tem um ecrã dobrável. Nos nossos testes a telemóveis provou ser muito bom, superior à média do seu segmento (5,5 polegadas), mas o custo de mais de 2 mil euros torna-o numa opção demasiado cara. E falhou no teste de resistência à queda quando fechado.

Um ecrã dobrável que afinal são dois no Galaxy Fold

A característica original deste modelo é o grande ecrã dobrável. Na verdade, existem dois: um externo de 4,6 polegadas, que aparece quando o telefone é dobrado e a partir do qual pode executar todas as tarefas que seriam feitas num outro smartphone; e outro interno, o ecrã principal com 7,3 polegadas, que abre e fecha como um livro e que também é totalmente funcional. A dobra é visível e sente-se ao usar o dispositivo.

O primeiro ecrã é mais pequeno do que o habitual nos smartphones atualmente. É natural que tente abri-lo para muitas atividades. O ecrã maior tem várias vantagens:

  • é muito adequado para multitarefas (como ter duas aplicações abertas ao mesmo tempo);
  • é mais confortável para a leitura;
  • facilita a navegação.

Para que se possa dobrar, o ecrã interno não é de vidro. É uma folha de plástico que passou nos nossos testes de resistência. Mostrou ser bastante sensível a arranhões (embora esteja protegido quando o aparelho é dobrado). 

Já no teste de resistência ao choque, em dois dispositivos a parte traseira ficou partida quando foi testado dobrado. Os dispositivos são colocados num tambor rotativo, com o qual simulamos várias quedas da altura do bolso das calças. Quando aberto, o telefone passou no teste de queda.

O Samsung Galaxy Fold também foi submetido a um teste adicional de verificação da resistência do mecanismo de dobragem: um robô era encarregado de dobrar e desdobrar o aparelho 37 mil vezes, o equivalente a um uso estimado de 2 anos. O dispositivo saiu ileso do teste.

A duração da bateria do Samsung Galaxy Fold é bastante longa, considerando o tamanho do ecrã: nos testes, a bateria durou 28,5 horas na versão 4G e 25 horas na versão 5G. O desempenho do telefone, a qualidade da câmara e o som também obtiveram resultados muito bons nos testes. No geral, o Galaxy Fold é um modelo de alta qualidade, que está entre os melhores telemóveis. O contra é o preço elevado. Veja outros modelos no nosso comparador de telemóveis

Se ainda não tem conta no site, clique no botão abaixo para se registar e conhecer todas as vantagens.

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

Num Mundo complexo e com informação por vezes contraditória, a DECO PROTESTE é o sítio certo para refletir e agir.

  • A nossa missão exige independência face aos poderes políticos e económicos. 
  • Testamos e analisamos uma grande variedade de produtos para garantir que a escolha dos consumidores se baseia em informação rigorosa. 
  • Tornamos o dia-a-dia dos consumidores mais fácil e seguro. Desde uma simples viagem de elevador ou um desconto que usamos todos os dias até decisões tão importantes como a compra de casa.
  • Lutamos por práticas de mercado mais justas. Muitas vezes, o País muda com o trabalho que fazemos junto das autoridades e das empresas. 
  • Queremos consumidores mais informados, participativos e exigentes, através da informação que publicamos ou de um contacto personalizado com o nosso serviço de apoio.

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Faça parte desta comunidade. Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva em qualquer momento.

 

Junte-se a nós


 

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.