Notícias

Net móvel começa a chegar a todos

Medições em 470 freguesias

Comprometemo-nos a seguir a situação das primeiras 480 freguesias, e desde setembro de 2016 que as divulgámos no nosso site e apelámos aos utilizadores da app QualRede para que efetuassem medições na área das mesmas. De modo a conseguirmos mais resultados, entre junho e outubro de 2017, visitámos 470 freguesias (não fomos a 10 situadas no arquipélago dos Açores). Usámos também a aplicação QualRede, em smartphones de referência e configurados de igual forma. Realizámos as medições no centro das freguesias, em regra próximo ou no átrio da igreja. Também as fizemos à saída das povoações. Visitámos as freguesias duas ou, nalguns casos, três vezes, em alturas diferentes, e fizemos três a seis medições de cada vez.

Os resultados permitiram verificar que a cobertura de banda larga móvel existia em 98% das freguesias visitadas, sendo que as redes disponibilizadas pelos operadores são, quase sempre, 4G. Mais: várias freguesias passaram a dispor de oferta de net móvel por parte de mais do que um operador. Em 74% das freguesias que tinham cobertura, foi possível aceder à rede com velocidades muito próximas ou superiores às definidas para os respetivos operadores.

Com exceção da MEO, as velocidades exigidas para este primeiro grupo de freguesias são muito modestas, abaixo do que a tecnologia permite e do que é disponibilizado em zonas comercialmente mais atrativas. Estas freguesias têm um número reduzido de utilizadores, pelo que é natural que as redes tenham elevada disponibilidade e permitam atingir, com frequência, valores próximos dos máximos. Mesmo assim, há um grupo de freguesias onde não foi possível aceder a uma velocidade muito próxima ou acima da estipulada. Mas, dado tratar-se de um processo recente, acreditamos que a situação irá evoluir de modo positivo.