Notícias

Apps de mensagens: a opção certa para falar à borla

07 abril 2017
apps de mensagens gratuitas

07 abril 2017
Hoje já poucos estão dispostos a pagar para trocarem mensagens, graças à revolução das apps grátis. Testámos 25 soluções e verificámos que têm bom desempenho. Mas, atrás do grátis, escondem-se estratégias para potenciar o negócio.

Início

Palavras já não chegam para expressar sentimentos. Duas décadas de evolução dos telemóveis levaram a uma revolução na forma como comunicamos. Fotos, vídeos, gravações de voz e, mais recentemente, pictogramas conhecidos pelo termo japonês “emoji” tendem a preencher os espaços e os contextos de uma comunicação escrita nem sempre suficiente para transmitir o que nos vai na alma. 

À medida que os smartphones se impõem e deixam para traz os simples telefones móveis, as aplicações de mensagens massificam-se. A comunicação torna-se um ato imediato, potenciado pelo facto de estes canais serem gratuitos. Poucos são os utilizadores que, hoje em dia, estão dispostos a pagar por cada comunicação. Como resultado, as apps deixam a léguas as sms enquanto forma de transmitir mensagens. E não é para menos. Simplicidade, rapidez e bom desempenho, com toda a componente visual a aperfeiçoar a comunicação, são as qualidades dos 25 serviços que testámos. Há uma exceção: o Instagram teve o pior desempenho, mas esta não é exatamente uma app de mensagens e sim uma rede social para partilha de imagens. O serviço de mensagens instantâneas é um extra.