Notícias

Apple Watch muito dependente do iPhone

27 janeiro 2016 Arquivado

27 janeiro 2016 Arquivado

O Apple Watch chega a Portugal a 29 de janeiro. Apesar dos preços de rei anunciados pela marca, entre € 429 e € 18 500, o nosso teste revela que faz quase o mesmo que os outros relógios inteligentes.

Dependente do iPhone

A utilização do relógio é uma experiência agradável quando está ligado ao iPhone. Quando não é o caso, as funcionalidades são muito limitadas.

A função de telemóvel pode ser controlada pelo relógio. As chamadas podem ser atendidas se o telemóvel estiver ligado, graças ao altifalante incluído, ou podem ser reenviadas para o iPhone. Existe também a possibilidade de declinar a chamada ou responder através de uma SMS predefinida.

É também possível fazer chamadas no relógio, através da lista de contactos recentes ou dos favoritos. Mas, como não tem teclado, não pode criar um número de telefone.

Quando recebe um e-mail, uma SMS ou outro tipo de notificação, o relógio vibra ligeiramente. É ainda possível associar sons diferentes a cada tipo de notificação.

As mensagens são apresentadas diretamente no mostrador e leem-se bem, mas não é possível escrever no próprio relógio. Contudo, pode dar algumas respostas, através do envio de emoticons, de uma mensagem predefinida, utilizando a funcionalidade de introdução por voz, etc. 

O som não é de grande qualidade: surge ruído nos 2 lados da comunicação e, por vezes, há problemas de feedback.

O relógio controla remotamente a câmara principal e frontal do iPhone. A imagem da câmara é mostrada no relógio com a possibilidade de ajustar a focagem via touch focus.

A música no iPhone também pode ser controlada através do relógio. Podem ser sincronizadas listas de música para depois reproduzi-las no relógio (sem ligação ao iPhone) através de auriculares Bluetooth. A transferência das músicas para o relógio demora algum tempo e só é possível quando está a carregar.

Ainda são poucas as aplicações na loja Apple Watch. Por exemplo, quando realizámos os testes, o Facebook e o Whatsapp não estavam disponíveis. A instalação das aplicações é fácil, mas tem de ser realizada via iPhone.