Dicas

Vídeos com o smartphone: roteiro para o sucesso

08 junho 2017
vídeos com smartphone

08 junho 2017
Para fazer vídeos caseiros, não é preciso ser realizador de Hollywood. Um bom smartphone, algumas dicas de filmagem e edição, e as “fitas” estão prontas para atingirem o óscar nas redes sociais.

Início

Smartphone. Este canivete suíço digital parece ser uma nova versão do Pac-Man, o famoso jogo dos anos 80 do século passado que devorava pastilhas à sua passagem. Máquina fotográfica compacta: praticamente deglutida. Consola de jogos portátil: digerida. Aparelho de GPS: caçado e engolido. Câmara de vídeo: idem. Claro que usar um telemóvel para registar imagens em movimento pressupõe a aceitação de alguns compromissos. Troca-se o zoom ótico ou o acesso aos comandos através de botões pelo lado prático de todo o processo. Neste jogo, a glória passa pela partilha nas redes sociais. O objetivo supremo é impressionar os amigos virtuais e, se possível, viralizar, verbo ainda não registado nos dicionários de referência com o sentido da propagação pela net, mas já largamente vulgarizado pelo uso. 

Mas, nisto de filmar, nem todo o artista é um bom artista. Recentemente, avaliámos a qualidade das imagens gravadas com smartphone, máquina fotográfica digital e câmara de vídeo clássica e de aventura (action cam), e concluímos que o telemóvel nem sempre se destaca. É preciso ser um topo de gama para proporcionar qualidade top. Mesmo assim, no braço-de-ferro, o melhor smartphone não ganha às melhores máquinas digitais nem tão-pouco às melhores câmaras de vídeo clássicas. Uma vez mais, imperam os compromissos: uma menor qualidade acaba por ser compensada com uma versatilidade infinitamente superior. Veja o nosso teste a smartphones e a máquinas fotográficas.