Dicas

Smartphones equipados para proteger as crianças

10 maio 2016
telemóveis para crianças

10 maio 2016

Não basta definir parâmetros de controlo para garantir a segurança das crianças. Alerte para os perigos escondidos e para um uso responsável do aparelho.

Início

Quando se dá um telemóvel a um menor, sobretudo se for mais novinho, garanta que não acede a determinados conteúdos ou gasta dinheiro sem dar conta. Para tal, é possível configurar alguns parâmetros do sistema operativo usado pelos aparelhos ou recorrer a aplicações de controlo parental.

Mais importante do que descobrir formas de controlar a atividade da criança é educá-la para a utilização de aparelhos como smartphones. É essencial explicar-lhe como tirar partido deles, mas também os cuidados a ter, sobretudo na internet e nas redes sociais.

Na altura de entregar um smartphone nas mãos dos filhos, muitos pais optam por um modelo usado por eles. Mas, se pensa comprar um aparelho novo, pois nem sempre os equipamentos se adaptam ao uso que a criança irá fazer, consulte os nossos testes.

Além do aparelho, é preciso escolher o tarifário. As crianças mais novas usam o smartphone sobretudo em casa, recorrendo ao wi-fi. Quando fora de casa, em regra, só precisam de telefonar em situações excecionais ou em caso de emergência. Em princípio, um tarifário pré-pago será suficiente. Consulte o nosso simulador, para descobrir o mais adequado.