Dicas

Como reforçar a proteção no Facebook

Defina o que as apps podem fazer

Os serviços das redes sociais são gratuitos devido aos anunciantes, dispostos a pagar pelos dados privados dos utilizadores. Limite os dados acessíveis aos anunciantes e o uso que podem fazer.

No Facebook, para ver quais as aplicações que têm acesso à sua informação, vá até ao menu do canto superior direito do ecrã e clique no ícone da seta. Aí, escolha Definições ou Definições da app, consoante esteja num computador ou num smartphone. 

A seguir, no menu lateral esquerdo, carregue em Apps e elimine as aplicações que não quer que acedam à informação do seu perfil. Basta ir a Apps, selecionar Editar e, depois, clicar sobre Desativar plataforma.

 Na opção Apps, sites e jogos, desative todas a informações que não quer que sejam usadas por outros utilizadores.

Evite que o sigam entre sites

Através de cookies ou de técnicas como o device finger print ou web beacons, os sites conseguem identificar um utilizador. Instale um adblocker para evitar estas estratégias. Sugerimos, por exemplo, o Disconnect, o MyPermissions ou o Ghostery.

Com base nos likes que fez em posts, o algoritmo do Facebook seleciona que anúncios vão aparecer no seu feed de notícias. Para evitar esta situação, entre em Definições e, a seguir, em Anúncios. Na secção Definições de publicidade, desative Anúncios com base nos sites e nas apps que usas. Além disso, marque Não em Anúncios em apps e sites fora das empresas do Facebook e em De ninguém em Anúncios relacionados com ações sociais