Dicas

Baterias: truques para que durem, durem e durem

17 abril 2015

17 abril 2015

Ao contrário do que possa pensar, não tem de esgotar a bateria para voltar a carregá-la. Esqueça este e outros mitos e conheça as nossas dicas para aumentar a vida da bateria.

Atualmente, quase todos os smartphones e tablets usam baterias de iões de lítio não de níquel. Baterias diferentes exigem tratamento diferente. 

Há pequenas ações que podem fazer muito pela durabilidade das baterias de iões de lítio. Logo no momento da compra, se tiver essa possibilidade, verifique a data de fabrico. Pode, por exemplo, perguntar ao vendedor se o equipamento já está armazenado há muito tempo ou tentar ver no próprio ou na embalagem. Alguns números de série dão uma pista, porque incluem a data no meio, muitas vezes do ano para o dia. Datas muito antigas não lhe interessam.

Comprar uma segunda bateria para ficar de reserva é desperdício de dinheiro, porque estas perdem capacidade sejam ou não utilizadas.

No uso normal também pode poupar. Desligue o aparelho durante o carregamento. A operação é mais rápida. Evite a descarga completa. Ao contrário das baterias de níquel, as de lítio não sofrem do efeito de memória, pelo que é preferível iniciar a carga quando atingir 20 ou 15% de capacidade.

Não deixe o smartphone ou o tablet dentro do carro num dia quente. Ao conduzir, evite colocá-lo no tabliê. Uma utilização intensiva num ambiente com elevada temperatura também não é boa ideia (por exemplo, jogar muitas horas seguidas na praia). As temperaturas extremas afetam tanto o desempenho como a durabilidade das baterias.

Se o equipamento vai estar parado durante algum tempo, escolha um lugar fresco e seco para o arrumar. As temperaturas mais baixas retardam o processo de envelhecimento. Neste caso, o ideal é deixar a bateria a 40 por cento. 

As baterias de iões de lítio são muito sensíveis, pelo que o uso de carregadores originais (ou certificados) é melhor, porque estes fornecem a energia dentro dos parâmetros recomendados. 

Carregadores com maior amperagem não valem a pena. Em teoria, quanto maior a amperagem, mais rápido é o carregamento. Na prática, nem sempre é assim, porque os circuitos de proteção integrados nas baterias limitam a corrente aceite. Por isso, escolha um carregador com a mesma amperagem do dispositivo.


Na imagem mostramos onde ler a voltagem/amperagem do carregador.
Na imagem mostramos onde ler a voltagem/amperagem do carregador.
Muitas pessoas recorrem às portas USB dos computadores de secretária para carregar os seus dispositivos. Esta é uma solução mais lenta, porque o computador só debita 0,5 Ampere, enquanto que os carregadores de tomada conseguem debitar correntes superiores. O do exemplo debita 2 Amp.