Como testamos

Colunas Bluetooth: como testamos

27 novembro 2018
colunas bluetooth

27 novembro 2018
Uma boa coluna Bluetooth portátil tem de garantir a qualidade do som, sem distorções, o emparelhamento com o smartphone e uma boa autonomia de bateria. Fomos para o laboratório garantir que a sua escolha tem tudo isto. 
Testámos desde modelos ultraportáteis, destinados a serem maltratados no recreio, a aparelhos maiores, para uma audição atenta em casa. O emparelhamento com smartphones é sempre simples e estabelecido de forma muito similar.

Mas como foi determinada a qualidade sonora? Carregámos as faixas musicais de teste num smartphone com bluetooth aptX e transmitimo-las para as colunas. As amostras foram operadas com igual volume, a que correspondia uma pressão sonora de 80 dB(A) a um metro de distância, e um painel de profissionais avaliou o som.

Apurámos diferenças muito significativas entre os aparelhos testados, cujo som vai do dececionante ao excelente. Os modelos com pior sonoridade não permitem desfrutar verdadeiramente de música. Já os melhores exibem qualidade equivalente à das aparelhagens micro hi-fi.

Nas colunas testadas, a separação dos canais é pouco eficaz. Também o volume máximo sem distorção é limitado nos modelos com desempenho mais baixo. As melhores colunas alcançam níveis de pressão sonora acima dos 79 db(A), o que já permite o uso numa divisão maior ou no exterior, com um grupo mais alargado de pessoas ou uma área maior. No outro extremo, encontrámos modelos com valores mais modestos. Abaixo dos 61 dB não são uma opção realmente viável, para uso numa divisão de maiores dimensões.

Por fim, verificámos a autonomia na reprodução de música com um volume de 80 dB (a um metro de distância).
 

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.