Primeiras impressões

Windows 8: novo sistema operativo aposta nos dispositivos táteis

15 fevereiro 2013 Arquivado

15 fevereiro 2013 Arquivado

O Windows 8 é mais rápido do que as versões anteriores e eficiente a gerir recursos, o que poupa a bateria em portáteis e tablets.

Os computadores mais recentes com o Windows 7 poderão receber o Windows 8. Mas, para já, não vale a pena investir neste sistema operativo, a não ser que compre um computador novo em breve. Nos dispositivos móveis, é uma aposta interessante, pois a interface Metro UI (User Interface) é intuitiva. 

Num sistema operativo com mais de 25 anos, o Windows 8 é uma revolução. Os sistemas com tecnologia tátil não são novidade, nem mesmo para a Microsoft. A diferença é que já não precisa de um estilete, como nos velhinhos PDAs ou pocket PCs. Bastam os dedos. 

Nas primeiras versões do Windows Mobile, os ecrãs eram pouco sensíveis. Hoje, permitem uma interação com os dedos muito mais precisa e prática do que com o estilete. Em linha com o que a Apple e a Google fazem nos seus sistemas operativos móveis, no Windows 8, os ícones coloridos são maiores, para permitir uma melhor utilização com os dedos.

A interface, Metro UI, já conhecida pelos utilizadores do Windows Phone 7 e 7.5, foi completamente redesenhada e recorre a um estilo baseado em mosaicos que podem ser personalizados e incluir animações dinâmicas: meteorologia, bolsa ou informação de redes sociais, entre outros.

O anterior Windows Mobile foi revolucionado pelo novo Windows Phone 8.
O anterior Windows Mobile foi revolucionado pelo novo Windows Phone 8.
A interface baseia-se em ícones ou mosaicos, adaptados à tecnologia tátil.
A interface baseia-se em ícones ou mosaicos, adaptados à tecnologia tátil.

Duas versões com objetivos diferentes

A Microsoft criou duas versões do Windows 8, uma para computador e para uma utilização mais avançada, e outra para equipamentos móveis, como tablets, a Windows 8 RT. A loja oficial de aplicações da Microsoft, Market place, será a principal fonte de aplicações para a versão RT do Windows. A loja também foi reformulada e as aplicações passam a ser validadas digitalmente pela Microsoft, pelo que se espera um maior controlo sobre software malicioso e vírus.

Os nossos especialistas não gostaram da incompatibilidade de programas entre as duas versões do Windows 8, a “clássica” e a RT. Mas espera-se que as aplicações mais populares, como o Office, estejam disponíveis para ambas a versões. Regra geral, as aplicações para o Windows 8 RT não serão tão completas nas funcionalidades.

As diferenças entre as duas versões podem incomodar os utilizadores inicialmente, como no caso abaixo, com o Internet Explorer.

No Windows 8 para computador, a barra de endereço surge na zona superior da página do Internet Explorer.
No Windows 8 para computador, a barra de endereço surge na zona superior da página do Internet Explorer.
Na versão Windows 8 RT, o endereço do Internet Explorer está colocado na parte inferior.
Na versão Windows 8 RT, o endereço do Internet Explorer está colocado na parte inferior.

Estágio inicial para novos hábitos

As mudanças implicam alguma aprendizagem, sobretudo, na versão para computador, onde podem ser utilizadas as duas interfaces, a Metro UI e a antiga interface do Windows. O conceito tátil da Metro UI pode não ser muito natural quando estamos habituados a usar o rato para fazer scroll em vez de aplicar arrastamento. A Metro UI é baseada num sistema de mosaicos e as aplicações correm no ecrã inteiro.

Muitos dispositivos, como o tablet Surface da Microsoft, suportarão interação tátil e através do touchpad ou teclado, o que pode suscitar dúvidas sobre quando tocar no ecrã, usar o rato ou o teclado.

O processo de instalação do Windows 8 foi melhorado e completa-se em cerca de 15 minutos, com uma intervenção mínima do utilizador.

Apesar do Windows 8 suportar software de anteriores versões, o mesmo pode não acontecer com os controladores. Muitos periféricos, sobretudo os mais antigos, só disponibilizam controladores para versões anteriores do Windows (XP ou mais velhas). Se este controlador já estiver disponível para o Windows 7, em princípio, não haverá problemas de compatibilidade.


Imprimir Enviar por e-mail