Primeiras impressões

Nintendo New 3DS: uma jogada tímida

25 março 2015
nintendo

A Nintendo 3DS foi atualizada com um joystick adicional e otimização da experiência 3D. Mas não traz reais inovações. Não recomendamos o investimento de 169 a 199 euros.

Algumas melhorias e muitos senãos

A nova consola está disponível em versão standard (€ 169) e XL (€ 199). O design foi alterado e é possível comprar capas personalizáveis, a partir de 10 euros. A bateria tem mais autonomia e foram criadas mais opções de filtragem na navegação web por parte das crianças. Agora, existe a possibilidade de fazer backup para um computador através de Wi-Fi.

Comandos compatíveis apenas com novos jogos

A 3DS original trazia apenas 1 joystick analógico, com um desenho pouco ergonómico. Para resolver esse problema, a New 3DS inclui um segundo joystick analógico, de dimensões reduzidas, e 2 botões dorsais adicionais.

O novo joystick é minúsculo. Pelo seu formato e posicionamento, uma pessoa com dedos um pouco maiores pode, sem querer, pressionar nos botões X e Y, que estão próximos.

A Nintendo New 3DS tem 2 tamanhos. Destaca-se o posicionamento dos botões Start/Select e a introdução de um pequeno joystick analógico do lado direito do ecrã inferior.
A Nintendo New 3DS tem 2 tamanhos. Destaca-se o posicionamento dos botões Start/Select e a introdução de um pequeno joystick analógico do lado direito do ecrã inferior.

Os botões dorsais estão bem espaçados e é fácil localizá-los na parte de trás da consola. Há pouco risco de carregar acidentalmente nos botões exteriores, devido à forma como o aparelho se adapta à mão e aos dedos do utilizador.

Mas os novos comandos não são compatíveis com os jogos lançados anteriormente. Para já, só poderão ser usados em alguns jogos novos, como o "Monster Hunter 4" e uma reedição da "Zelda: Majora´s Mask".

Os novos botões dorsais, ZR e ZL, estão mais sobressaídos em relação aos posicionados no canto. Apesar de serem mais pequenos, a utilização é mais cómoda.
Os novos botões dorsais, ZR e ZL, estão mais sobressaídos em relação aos posicionados no canto. Apesar de serem mais pequenos, a utilização é mais cómoda.

Melhor experiência 3D

Parece-nos que o ecrã da New 3DS tem uma qualidade muito similar à dos modelos anteriores. Tal como a antecessora 3DS, a nova consola tem um ecrã que permite ver em 3D sem óculos. Mas foi incluído um aperfeiçoamento: a tecnologia face-tracking, que permite ao dispositivo detetar o posicionamento da face do utilizador e otimizar a perceção a 3 dimensões. Esta inovação melhora a experiência original, em que era complicado encontrar a posição que conduzia a uma boa imagem. Também torna o visionamento menos cansativo. Para quem não é fã, é possível reduzir a intensidade do efeito ou desativá-lo. Porém, apesar da aposta, a verdade é que o interesse pela experiência 3D tem vindo a diminuir.

Onde está o carregador?

A New 3DS vem equipada com um cartão de memória Micro SD de 4 GB e uma caneta stylus para usar no touchscreen. Mas o carregador da bateria, imprescindível para usar a consola, não é fornecido de origem.

Trata-se do mesmo carregador usado em versões anteriores da Nintendo, nomeadamente a 3DS, 3DS XL, DSi e DSi XL. Quem já tenha uma dessas consolas e queira fazer o upgrade, não precisa comprá-lo. Mas, incompreensivelmente, os outros consumidores são obrigados a gastar pelo menos € 10 para adquirir o equipamento, que é vendido separadamente.