Primeiras impressões

Microsoft Xbox Kinect: corpo em movimento

14 fevereiro 2014 Arquivado

14 fevereiro 2014 Arquivado

Com o sistema Kinect, lançado no final de 2010, a Microsoft não se limitou a copiar a Wii da Nintendo ou a Playstation Move da Sony. Ao dispensar o comando, apresentou um conceito totalmente inovador.

Face aos comandos por movimentos que existiam na altura do seu lançamento, como a Wii ou a mais recente PlayStation Move, o Kinect da Microsoft foi inovador: já não era preciso comando para jogar. O sistema funciona através de reconhecimento dos movimentos do corpo e pode ser usado em qualquer consola da Microsoft Xbox 360.

Já a nova consola da Microsoft que vai chegar ao nosso mercado este ano (a Xbox One), vai incluir uma nova versão deste sensor, o Kinect 2. Este deverá apresentar, segundo o fabricante, uma maior precisão a captar os movimentos dos utilizadores e um maior ângulo de operação.

Só com jogos compatíveis
Os jogos concebidos para o sistema são os “Kinect for Xbox 360” de caixa roxa. Não pode usar os mais antigos, vendidos nas caixas verdes.

Se adquirir a consola Xbox 360 de forma isolada, conte com um investimento de cerca de € 200 (na versão de 4 GB). Um conjunto que inclua a consola, o sensor Kinect e um jogo custará cerca de 320 euros.

Logótipo Kinect
Jogos preparados para Kinect, vendidos em caixas roxas com o respectivo logótipo, custam entre € 49,99 e € 59,99.

Experiência muito realista
A equipa da PROTESTE deu nota positiva à utilização dos jogos de desporto, combate ou grupo. O Kinect oferece uma experiência muito intuitiva e realista. Recria de forma bastante fiel e com precisão os movimentos dos jogadores, se respeitarem a distância de utilização e não houver obstáculos.

Em provas de atletismo, como a modalidade dos 110 metros com barreiras, o sistema detecta a velocidade a que o jogador movimenta as pernas (sem sair do lugar) e recria os saltos para galgar as barreiras. Num jogo de luta, o boneco no ecrã baixa-se, desvia-se e aplica pontapés e socos como o jogador. Num jogo de carros, pode posicionar as mãos como se estivesse a segurar o volante.

Por funcionar com infravermelhos, o Kinect pode ser usado mesmo em ambientes escuros sem perder a capacidade de detectar os movimentos. Mas a luz é necessária para um bom reconhecimento facial. Se dois jogadores se cruzarem, o sistema pode não reconhecer a troca de posição. Os poucos problemas detectados referem-se a situações onde as duas mãos são colocadas juntas e em frente ao corpo. Nestes casos, o sistema pode trocar a mão direita com a esquerda. O mesmo sucede se dois jogadores estiverem muito próximos ou o jogador deslocar-se para fora da área de jogo. Quando o sistema deixa de detectar o corpo, surge uma mensagem de erro no ecrã.

Para os jogos que exigem mais precisão, como os de futebol ou ténis, o Kinect não é ideal, pois falha no reconhecimento de movimentos subtis das mãos e pulso, presente na Wii e especialmente na Move. Para estes jogos, é preferível optar por um sistema com um comando.

Mas o Kinect é o sistema mais convincente para jogos de desporto, combate e dança. Não recomendamos a utilizadores mais preguiçosos: 10 minutos de jogo são suficientes para fazê-lo suar.
 
3 metros à frente do televisor
A utilização do sistema kinect exige bastante espaço livre à frente do televisor. Os utilizadores têm de manter-se a um mínimo de 1,5 m do Kinect, para serem detectados na totalidade. Preveja ainda um espaço de movimentação que corresponde a 1,2 m de frente e a 2 m de largura.

Para um reconhecimento completo do corpo, a área tem de estar livre de objectos, o que corresponde a cerca de 3 m de distância face ao televisor e 2 metros de largura.

Com as crianças, tendo em conta a frequência com que causam pequenos acidentes, redobre os cuidados.
 
Instalação simples e rápida
A instalação do Kinect é simples e rápida. A Xbox 360 slim, última versão da consola, traz uma ligação USB específica para este periférico e dispensa a ligação à corrente. Nas restantes, a ligação também é feita via USB, mas precisa de recorrer a uma tomada eléctrica.

O controlo dos menus da Xbox 360 requerem o uso do comando standard. Apenas nos jogos ou aplicações compatíveis é possível usar o Kinect para comandar os menus. 

Ligação específica para o Kinect
Só a nova consola Xbox 360 slim tem uma ligação específica para o Kinect.

O sensor Kinect tem a aparência de uma barra horizontal, que se coloca em baixo ou em cima do televisor. Na utilização, a barra efectua pequenos ajustes de posição, para manter o conjunto de sensores apontados para o jogador.

A barra do Kinect contém dois sensores. O principal é o emissor de infravermelhos e respectiva câmara receptora (CMOS). São emitidos feixes de infravermelhos nos jogadores, desde que não haja objectos à frente. O sinal reflectido é captado pela câmara e, desta forma, o sistema acompanha o posicionamento dos utilizadores em tempo real e a 3 dimensões.

Há ainda uma câmara VGA que permite reconhecer expressões faciais do jogador. Neste caso, deve haver alguma luz na sala. O sistema inclui microfones para o reconhecimento de voz.