Notícias

Jogar com o Google Stadia sem investir centenas de euros

O Google Stadia junta-se ao PlayStation Now no jogo por streaming. Mas, ao contrário do serviço da Sony, dispensa consola ou computador com capacidade gráfica.

  • Dossiê técnico
  • António Alves
  • Texto
  • Inês Lourinho
31 outubro 2019
  • Dossiê técnico
  • António Alves
  • Texto
  • Inês Lourinho
google stadia

iStock

O sistema não é novo, mas agora a Google vai a jogo, com uma plataforma para competir com a PlayStation Now. Portugal não fará parte da primeira vaga de países contemplados, esperando-se que se junte só em 2020.

Como funciona? O jogador opera com um comando, enviando as instruções para um computador nos servidores da Google. Este processa as instruções, e a imagem seguinte é enviada para o aparelho que está a ser usado para visualizar o jogo. A ligação de internet tem, assim, de ser muito rápida.

Já o poder de processamento do aparelho (computador, etc.) é irrelevante. O processamento é feito pela máquina remota. Mas o maior desafio é garantir um input lag baixo, ou seja, uma reação rápida aos comandos do utilizador.

Revolução no mundo dos jogos? 

Até agora, o PlayStation Now era o único serviço disponível, com o acesso a cerca de 600 jogos das PS4, 3 e 2. A utilização está condicionada a uma consola PlayStation 4 ou um computador com uma aplicação dedicada e poder gráfico suficiente, e ao pagamento de 9,99 euros mensais (59,99 euros anuais) pela subscrição. Smartphones e tablets não são admissíveis.

A Google vem alargar o espetro dos aparelhos: além de smartphone e tablet, o serviço funciona com computador, smartTV, Chromecast ou consola. Única exigência: a compra de um comando para jogos com ligação wi-fi. As instruções dadas com o comando são transmitidas diretamente ao servidor que corre o jogo, nunca passando pelo aparelho em que se está a jogar, o qual só recebe as imagens.

Dois níveis de subscrição 

No plano básico, que é gratuito, o utilizador pode aceder à loja da Google e comprar jogos de forma individual. Comprar, contudo, não significa que os possa descarregar. Limita-se a jogar online, por streaming, com resolução máxima full-HD.

O plano Pro, que custa 14,99 euros por mês, inclui o acesso a vários jogos de forma gratuita e a descontos na compra de outros. A resolução vai até ao 4K. Mas a Google alega que o Stadia adaptará a resolução à velocidade da ligação à internet, conforme a largura de banda disponível. Acompanharemos o lançamento da plataforma e daremos conta das novidades.

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.