Notícias

O iPad Mini é alternativa ao iPhone 13 Pro Max?

Com o aumento do tamanho dos telefones, a fronteira entre um telemóvel grande e um tablet pequeno começa a esbater-se. Comparámos o iPhone 13 Pro Max com o iPad Mini para perceber se é uma boa alternativa. Ao nível do preço, poupa mais de metade. Veja as diferenças.

09 novembro 2021
iPad mini e iPhone 13 pro max

iStock

Está indeciso entre comprar um iPad Mini ou um iPhone 13 Pro Max, sobretudo agora que os smartphones são cada vez maiores e a diferença de preços entre os dois equipamentos ainda é grande? Há funções que ambos desempenham bem, mas existem outras que são mais adequadas a um aparelho ou a outro.

O iPhone apresenta vantagens, por exemplo, na qualidade da fotografia, devido às capacidades das câmaras e do sensor LIDAR; no transporte, por ter uma grande variedade de suportes; nas chamadas de voz e na facilidade de caber no bolso das calças.

O iPad é melhor para navegar na internet; permite criar conteúdos e usar documentos com mais facilidade (por exemplo, acesso ao Word, Excel, edição de fotos, edição de vídeo); e possibilita a utilização de caneta.

Apesar de o iPad Mini ser significativamente maior do que o iPhone 13 Pro Max, a diferença está, sobretudo, na largura (quando usado no modo retrato), o que dificulta o transporte do iPad Mini no bolso.

Ao nível de tarefas-padrão, ambos os dispositivos as executam extremamente bem. Ignorando o tamanho e a capacidade dos equipamentos, a grande questão reside em ter ou não um cartão SIM para chamadas: consegue passar sem um número de telefone no seu iPad? Para muitos, a resposta será afirmativa, mas pode argumentar que ainda é cedo para tomar essa decisão. Com uma tendência cada vez maior para o VoIP (Voice over Internet Protocol – Voz sobre o Protocolo de Internet, a tecnologia que permite a transmissão de voz pela net, incluindo fazer chamadas), é provável que venha a ser mais fácil usar um iPad para telefonar.

Outra das grandes diferenças entre um iPhone e um iPad é o preço. O iPhone 13 Pro Max está à venda a partir de 1279 euros, enquanto o iPad Mini lhe pode custar 569 euros.

Um iPad pequeno ou um iPhone grande: que mais os distingue?

Além do tamanho, do cartão SIM para telefonar e do preço, a opção por um equipamento ou por outro também vai depender do que valorizar. 

  1. Rede 5G: o iPhone suporta a tecnologia 5G LTE para voz e dados. O iPad, apesar de suportar a rede 5G para dados, não faz nem recebe chamadas telefónicas tradicionais.
  2. Ecrã: ambos têm ecrãs grandes, com excelente desempenho técnico e bateria duradoura.
  3. Caneta/lápis: com o iPad pode usar o Apple Pencil, mas não com o iPhone.
  4. Câmaras: o iPhone 13 Pro Max tem várias câmaras na parte traseira, além do sensor LIDAR. Já o iPad Mini tem apenas uma câmara de boa qualidade.
  5. Porta USB: conte com uma porta USB-C no iPad Mini e uma entrada Lightning no iPhone.
  6. Teclados: não existem teclados da marca Apple para iPad Mini ou iPhone, mas ambos suportam teclados via Bluetooth.
  7. Sistema operativo: versões do iOS para iPhone e para iPad.
  8. Divisão de ecrã: o iPhone não permite várias aplicações em modo de ecrã dividido (manter duas janelas em simultâneo no ecrã para não ter de alternar constantemente entre apps).

Segurar um tablet ao ouvido, da mesma forma que o faz com um smartphone, não é um hábito comum. Mas também é verdade que muitos utilizadores preferem auscultadores com ou sem fios, via Bluetooth, até mesmo quando falam no smartphone. E há outras formas de fazer chamadas, incluindo de vídeo, através do Facebook, do WhatsApp ou do Skype, aplicações suportadas num iPad. Basta, para tal, que tenha acesso à internet.

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.