Notícias

EUCS 2022 promete “noites grátis”? Desconfie e não clique

Um estudo sobre preferências turísticas (EUCS 2022 – IV Estudo Europeu de Preferências Turísticas) acena com estadias grátis. Mas não passa de uma estratégia para cobrar 19,80 euros pela emissão de vouchers. Para se proteger contra dissabores, leia as letras pequeninas.

13 abril 2022
Eucs new

Direitos reservados

O mais ingénuo navegador da internet, ao deparar com um site ostentando um logótipo com as cores da União Europeia (UE), que garante “noites grátis” em “500 hotéis da Europa”, faz o que o instinto incauto manda: clica. A “entidade” que espalha esta mensagem autodesigna-se EUCS 2022 IV Estudo Europeu de Preferências Turísticas, e promete, em troca da resposta a 20 perguntas, três noites gratuitas num hotel. Em letras gordas, a questão “Considera-se uma pessoa aberta a outras culturas?” é o isco perfeito. 

Toda a informação relevante encontra-se, afinal, na homepage do site, em discretas letras cinzentas, sem o destaque da restante mensagem. É preciso descer até mesmo ao fim da página de apresentação. Além dos 19,80 euros, pode ler-se que o portador do voucher é obrigado a pagar a taxa de alimentação durante a pernoita no hotel escolhido. Porém, o custo é omitido. E a referida taxa, obrigatória, pode revelar-se pouco compensadora. Quando se estabelece o contacto com o hotel para realizar a reserva, já o voucher está pago. É igualmente no bloco de texto remetido para último plano que se toma conhecimento de que a sondagem não é uma iniciativa da UE, nem é realizada em colaboração com as suas estruturas oficiais.

Aparência semelhante à das iniciativas da União Europeia induz em erro 

Mesmo os utilizadores mais experientes podem ser induzidos em erro. Para legitimar o engodo, cria-se a aparência de uma iniciativa da UE. Os logótipos são idênticos e a designação “European Union Citizen Survey” é enganadora. Mas trata-se de uma entidade distinta da UE. Ao aceder ao link da área de “contactos”, constata-se que o organizador tem sede nos Estados Unidos da América, e que a Polónia serve de morada a um “Gabinete de Informação”. Um chamariz bem arquitetado. Por isso, todo o cuidado é pouco. Não despreze os detalhes e leia as letras miudinhas. Não avance sem ter a certeza de que não está a cair numa armadilha.

A viagem começa, então, numa página apelativa, com imagens, textos e números interligados num tom de otimismo e de facilitismo. Num primeiro nível de leitura, basta responder a um questionário para ganhar vouchers. 

 
Na primeira página, ilustrações e mensagens apelativas levam o mais desprevenido utilizador a avançar para o que aparenta ser uma oferta honesta de vouchers para estadias grátis noutros países europeus.

No final de um rol de perguntas e de respostas, mais um menos óbvias, sobre a propensão para conhecer culturas de outros países, e supostamente para enriquecer um estudo europeu sobre preferências turísticas, receberá o direito a levantar um voucher.

 

 
Ao longo de 20 páginas, o potencial turista responde ao mesmo número de questões sobre viagens e a abertura a culturas de outros países.
Terminadas as questões, o voucher pode até ter sido estendido para cinco, em vez das três noites inicialmente referidas. A viagem parece prometer.

 
A reserva do voucher está feita e, aparentemente, basta levantar o voucher
 
 
Porém, a emissão do tão prometido voucher custa quase 20 euros.

Mas não. A viagem de sonho deverá acabar, para muitos, quando surge a revelação que admirará quem não desconfiou e prescindiu de ler as letras miudinhas: o voucher pode ser gratuito, mas a emissão requer o pagamento de 19,80 euros.

Desconfie do facilitismo com que certas ofertas são endereçadas. Já diz o provérbio que "quando a esmola é grande, o pobre desconfia". 

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.