Notícias

Compras online: anel demora 2 meses

12 setembro 2013 Arquivado

12 setembro 2013 Arquivado

Numa encomenda online já paga, não é razoável pedir que se espere meses pelo produto. Falta de stock foi a justificação dada à leitora para o atraso.

Raquel Silva, 27 anos, de Vila Nova de Famalicão, comprou um anel na loja online Luxo24, por € 30, em março deste ano. Uma semana depois, o anel ainda não tinha chegado e a nossa associada contactou a empresa. Esta justificou que não possuía o artigo em stock e aguardava a entrega pelo fornecedor. A resposta foi repetida nos vários telefonemas seguintes.

30 euros em dúvida
Um mês depois da compra, a Luxo24 deixou de atender o telefone. Raquel pediu explicações por e-mail, mas responderam que ainda não tinham o anel encomendado. Dada a demora, sugeriram à leitora usar os € 30 para uma nova encomenda.

Raquel fez um ultimato à Luxo24: entregavam o anel no prazo de uma semana ou reembolsavam-lhe o dinheiro. De nada serviu. A loja insistia em desresponsabilizar-se e continuava a pedir à leitora para esperar.

Já perto de completar 2 meses após a compra e ainda sem o produto, Raquel pediu a nossa ajuda.

Condições bem à vista
Contactámos a Luxo24. Não recebemos resposta da loja. Mais de um mês depois da nossa interpelação, foi a nossa associada Raquel quem confirmou já ter recebido o anel.

As lojas online devem divulgar os termos e as condições de venda. Nestas deve constar informação sobre o uso dos dados pessoais e o direito de retificação dos mesmos, bem como a possibilidade de rescindir o contrato e o respetivo prazo. Procure também a identificação da empresa e contactos para usar em caso de problemas.

A lei  prevê 14 dias como o prazo para desistir de uma compra online e de uma compra à distância, fora do estabelecimento do vendedor. A loja tem depois 30 dias para reembolsar a quantia paga pelo produto.


Imprimir Enviar por e-mail