Notícias

Xbox Series S é uma boa alternativa às consolas mais caras

A PS5 Standard e a Xbox Series X, consolas que custam 500 euros, têm roubado as atenções desde o seu lançamento. Mas a Microsoft trouxe ainda à luz do dia uma versão mais modesta, que, por 300 euros, é uma ótima opção.

  • Dossiê técnico
  • António Alves e José Almeida
  • Texto
  • Inês Lourinho
23 dezembro 2020
  • Dossiê técnico
  • António Alves e José Almeida
  • Texto
  • Inês Lourinho
Consola Microsoft Xbox Series S com o comando à frente

Xbox.com

Se procura o melhor desempenho possível e está disposto a investir meio milhar de euros, a Sony PlayStation 5 Standard é a melhor consola do momento, sobretudo devido ao comando mais bem conseguido e à melhor oferta de jogos novos. Mas as diferenças são ténues para a Microsoft Xbox Series X. Assim, a retrocompatibilidade é decisiva. Caso seja detentor de uma consola das gerações anteriores, como a Xbox One ou a PS4, e tenha comprado um grande número de jogos, a possibilidade de reaproveitá-los nas máquinas novas conta, e muito. Sendo este o seu cenário, não vale a pena mudar para uma das consolas de topo.

O orçamento não estica para lá dos 400 euros? A PlayStation 5 Digital tem o desempenho da Standard, apenas não incluindo leitor de blu-ray.

Por sua vez, a Xbox Series S está alguns furos abaixo das consolas de topo, é certo. Mas tem a vantagem de, por 300 euros, oferecer desempenho gráfico muito considerável. Nestes 300 euros, cabem ainda a tecnologia de ray tracing, isto é, representação das luzes e sombras em tempo real, um disco rígido interno SSD de elevado desempenho, compatibilidade com os jogos da Xbox, antigos ou da nova geração, e funcionamento silencioso e sem aquecimento evidente.

Mais: em termos de desempenho, embora relativamente alinhada, apresenta vantagens em relação às versões de topo da geração anterior, que são mais caras. A Xbox One X custa desde 349 euros, ao passo que a PS4 Pro vai aos 399 euros. E se, por um lado, a Xbox Series S não tem leitor de blu-ray e o armazenamento, de 512 GB, é relativamente limitado, por outro, inclui o ray tracing e o disco SSD, ausentes nestas consolas da geração anterior.

Xbox Series S deixa rivais à distância

Exclusivo Simpatizantes

Para ler, basta ter conta no site (disponível para subscritores e não-subscritores).

Entrar

Não tem acesso? Criar conta gratuita

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.