Como testamos

Computadores portáteis: como testamos

01 fevereiro 2018
ultrabooks

01 fevereiro 2018
Os nossos testes avaliam a fiabilidade da marca, o desempenho do computador e a autonomia da bateria, entre outros aspetos. Selecionamos os modelos mais representativos de cada marca para teste.
Selecionamos os modelos mais relevantes e representativos de cada marca presente no mercado nacional. O teste a cada equipamento demora cerca de um mês e avalia os componentes como o processador, o disco, a placa gráfica, a qualidade do ecrã e do som e a autonomia da bateria, entre outros aspetos.

O ecrã é um componente importante a ter em conta, sobretudo se passa muitas horas em frente ao computador. No teste, avaliamos a qualidade do ecrã em diferentes condições de luz. Analisamos o brilho, as cores e os reflexos, entre outros parâmetros.

A avaliação da capacidade de processamento do computador baseia-se nos resultados da ferramenta de execução de programas (benchmark) 3D Mark IceStorm, que testa ao limite as capacidades do processador e da placa gráfica.

Nesta utilização avaliamos a configuração inicial do computador e do sistema operativo, a utilização diária, a qualidade do teclado e touchpad (rato integrado), o touchscreen (ecrã tátil) quando aplicável, a conectividade ou o ruído do computador.

Para testarmos a bateria, medimos a autonomia em dois cenários: jogos de vídeo e navegação na internet. Outro dos aspetos medidos é o tempo que a bateria demora a carregar na totalidade, a percentagem de bateria carregada e a autonomia conseguida depois de 20 minutos de carga.

Avaliamos a experiência dos utilizadores no geral e as avarias de cada fabricante através de inquéritos de satisfação feitos a milhares de utilizadores.

Avaliamos ainda outras características como a qualidade de som e de construção, o consumo de energia ou a versatilidade do hardware e do software do computador.

Imprimir Enviar por e-mail