Primeiras impressões

Droni: diversão a bom preço para crianças e principiantes

21 janeiro 2015 Arquivado

Arquivado

O drone da Imaginarium tem limitações, mas pode garantir diversão por um preço simpático: 89,95 euros. Nota negativa para a embalagem e o manual de instruções, porque confundem o consumidor com mensagens contraditórias.

Muito leve para altos voos

Os drones estão na moda. Estas aeronaves não tripuladas, com quatro hélices, que captam imagens também cativam as crianças e o Droni é uma solução para esta faixa etária. Em termos visuais é parecido com o DJI Phantom FC 40, mas está preparado para voar dentro de portas como o Parrot. 

No nosso teste, notámos que apesar de manter automaticamente a posição, a altitude tem de ser constantemente ajustada. No comando, o joystick da altitude não tem mola para regressar à posição central, pelo que é necessário estar sempre a fazer pequenos ajustes. 

Droni em voo alto.
Droni em voo alto.

Se dentro de portas já é difícil de pilotar, a utilização no exterior está reservada a dias quase sem vento. Uma brisa mais forte consegue fazer o equipamento despenhar-se. Voos com vento superior a 10km/h podem ser fatais. A culpa é da leveza do Droni: 425 gramas. Além disso, é muito compacto e o piloto perde facilmente a noção da orientação do equipamento a poucos metros de distância. Nestas circunstâncias, pode ser extremamente complicado fazer o seu amigo regressar à base. A boa notícia é que mostrou alguma resistência a quedas. 


Sem antena de GPS, o Droni confia exclusivamente no giroscópio para ficar suspenso no ar, na mesma posição.