Notícias

Drones: consumidores escolhem os melhores e os piores

02 maio 2017 Arquivado
teste drones

Arquivado
Comprou um drone e precisa de ajuda para começar? Siga as nossas dicas e conheça a experiência dos consumidores.

Resultados do teste: os melhores

O drone preferido dos consumidores foi o DJI Phantom 3 Standard. O AEE Toruk AP10 e o Parrot Bebop ficaram em segundo e terceiro lugar, respetivamente. Os outros 3 drones - Ninco Air Max Cam, UDI R/C e Hubsand - tiveram fracos resultados.

Os 3 drones com melhor classificação destacam-se por duas razões. Como têm GPS, voam autonomamente e permitem configurar percursos. Além disso, permitem visualizar, no ecrã do smartphone ou do tablet, o que se está a filmar em tempo real.

DJI Phantom 3 Standard
Da qualidade da construção à facilidade de pilotar, passando pelas imagens de vídeo, que são soberbas, não há muito para não gostar. A terceira geração do Phantom é visualmente muito semelhante às anteriores, mas não exige grande trabalho de montagem. Basta enroscar as 4 hélices e está pronto para voar. 

Os primeiros minutos no ar revelam grande estabilidade, mesmo na presença de algum vento. Esta precisão resulta de um sistema de GPS combinado com o sistema de localização russo Glonass. O drone impressiona pela velocidade que consegue atingir, tanto na vertical como na horizontal. De acordo com o fabricante, chega aos 57 km/h. 

Face aos antecessores, a qualidade do vídeo melhorou substancialmente: grava em ultra alta definição (2,7K), com grande estabilidade. O sistema de estabilização mantém a câmara estática mesmo quando o drone está em movimento. Através do comando, é possível ajustar o ângulo desde a perpendicular até ao nível horizontal. A app permite controlar as definições da imagem: sensibilidade, velocidade do obturador (modo foto), entre outras.

Preço: 919 euros.

Pontos fortes e fracos
Ponto forte Construção sólida
Ponto forte Estável no voo
Ponto forte Estabilização de vídeo
Ponto forte
Câmara orientável
Ponto forte
Segurança
Ponto fraco Preço
Ponto fraco Ausência de manual em português
Ponto fraco Não pode ser usado em interiores
O DJI Phantom Standard foi eleito o melhor drone do teste pelos consumidores. Custa 919 euros.
O DJI Phantom Standard foi eleito o melhor drone do teste pelos consumidores. Custa 919 euros.

AEE Drone Toruk AP10
O aspeto e as características são muito semelhantes às do DJI Phantom Standard. Tal como este, a câmara do AEE Drone é orientável na vertical. 

Os consumidores gostaram da estabilidade do voo, mas consideraram o controlo remoto menos intuitivo. Antes de voar, é preciso passar bastante tempo mergulhado nos manuais, para perceber o modo de funcionamento. 

É necessário ter sempre disponível uma bateria carregada para o drone, outra para o repetidor e 6 pilhas 6 AA para o comando.

Este drone tem um detalhe exclusivo: o comando inclui um cartão que permite identificar os códigos de cores que a aeronave emite. É prático para acompanhar o estado do aparelho (por exemplo, o nível da bateria) e detetar erros. 

O AEE Toruk AP10 dispõe de uma app para controlar a gravação em smartphones com sistema operativo iOS e Android. No entanto, existem 3 versões diferentes na PlayStore e não é fácil perceber qual deve descarregar. O processo de emparelhamento também não é pacífico e pode gerar alguma frustração. Por exemplo, durante o teste, deixou de responder aos comandos por alguns momentos, o que resultou nalgumas quedas.

Preço: 799,99 euros.

Pontos fortes e fracos
Ponto forte
Câmara orientável
Ponto forte Materiais de construção
Ponto forte Estável no voo
Ponto forte
Boa embalagem e rotulagem
Ponto fraco Nem sempre responde aos comandos
Ponto fraco Manual
Por € 799,99, o AEE Drone Toruk AP10 destacou-se pela estabilidade do voo e pela câmara orientável.
Por € 799,99, o AEE Drone Toruk AP10 destacou-se pela estabilidade do voo e pela câmara orientável.
Parrot Bebop Drone
Em 2014, testámos o Parrot AR Drone 2.0, que não tinha comando, apenas uma app para controlar o aparelho. O novo modelo continua a ser controlado através da app. Mas existe a possibilidade de usar um comando, desde que seja comprado à parte, por 450 euros.

A app tem muitas opções. Permite, por exemplo, criar pontos de passagem para executar um voo automático. A qualidade do vídeo é razoável e a estabilidade em voo agrada.

Este drone permite acoplar uma estrutura para proteger as hélices, de modo a voar dentro de portas. Um pormenor interessante é a existência de um folheto informativo com regras para voar em segurança logo que se abre a caixa.

A aeronave inclui 2 bateriais, cada uma com autonomia de apenas 11 minutos. Pode usar uma enquanto carrega a outra. Porém, conte com pelo menos uma hora a carregar para obter um nível razoável. A marca já anunciou uma segunda geração do Bebop, para a qual promete o dobro da autonomia e velocidades mais elevadas.

Preço: 499,99 euros.

Pontos fortes e fracos
Ponto forte Qualidade da imagem
Ponto forte Construção e materiais sólidos
Ponto forte Estável no voo
Ponto forte
Manual de instruções
Ponto forte
Boa embalagem e rotulagem
Ponto fraco Comando opcional com preço muito elevado
A estabilidade durante o voo e a qualidade da imagem são alguns dos aspetos positivos do Parrot Bebop Drone. O aparelho custa 499,99 euros.
A estabilidade durante o voo e a qualidade da imagem são alguns dos aspetos positivos do Parrot Bebop Drone. O aparelho custa 499,99 euros.