Dicas

Máquinas fotográficas: conheça a mais indicada para si

12 fevereiro 2015
Máquinas fotográficas: conheça a mais indicada para si

Pode ser um desafio escolher entre as máquinas compactas, híbridas, avançadas e reflex. Não desespere: ajudamos a encontrar o equipamento certo para eternizar os seus momentos.

Início

Compacta, híbrida, avançada ou reflex?

Conheça a máquina mais apropriada para si em apenas 3 passos.

Começar
Que tipo de fotografias pretende?
O que valoriza mais numa máquina fotográfica?
  • A portabilidade

    A máquina tem de ser leve e pequena o suficiente para caber no bolso.

  • A resistência

    Preciso de uma máquina que aguente os choques e salpicos das atividades radicais.

  • A versatilidade

    Quero uma máquina que me permita fotografar tanto ao perto como ao longe.

Gostaria de trocar de lentes?
  • Sim

    Além das regulações manuais, quero adaptar a lente ao tipo de situação (retratos, fotos a grande distância ou muito aproximadas), mesmo que signifique comprar mais material.

  • Não

    Prefiro trabalhar só as regulações manuais para obter diferentes efeitos, como desfocagens, movimentos arrastados ou jogos de luz.

A portabilidade é importante para si?
  • Sim

    Quanto mais leve e compacta, melhor.

  • Não

    Quero uma máquina compatível com um largo número de objectivas ou outros acessórios, como flash externo, filtros, entre outros.

Uma máquina compacta
é a mais indicada para si

Estas máquinas destinam-se a quem prefere fotografias de momento. Pequenas e leves, transformam-se num excelente companheiro de viagem. São fáceis de usar, pois estão pensadas para trabalhar em modo automático. Mas também incluem modos pré-programados, que otimizam os resultados da fotografia. O baixo preço é um dos seus pontos fortes: encontra compactas com boa qualidade a partir de 120 euros.

Portabilidade
Poucas regulações manuais

Se procura uma máquina de tamanho reduzido, pondere também uma ultracompacta.

Máquina ultracompacta

Estas máquinas são tão pequenas e leves que cabem no bolso de uma camisa. Têm uma espessura inferior a 2,5 centímetros. São pensadas para usar sobretudo no modo automático e não permitem muitas regulações manuais. O tamanho penaliza a maioria dos modelos ao nível do zoom (não ultrapassa as 10 vezes) e da qualidade da imagem. Se houver muita luz, a qualidade é boa. Caso contrário, os resultados são fracos. Encontrar modelos a partir de 50 euros.

Preço e portabilidade
Desempenho em programas mais pesados

Uma máquina de aventura
é a mais indicada para si

Estas máquinas têm características que lhes permitem funcionar sob condições adversas, pois resistem a quedas, poeiras, sujidade e salpicos. Alguns modelos até podem ser submersos. São indicadas para praticantes de atividades radicais ou aquáticas. Mas, regra geral, a qualidade da imagem é inferior à de outras máquinas. O zoom também é mais limitado. Os preços variam entre 50 e 500 euros.

Resistência
Qualidade da imagem

Uma máquina superzoom
é a mais indicada para si

Estes modelos distinguem-se pela elevada capacidade de aproximar os objetos. Atualmente, a relação de zoom chega às 50 vezes. O alcance está quase sempre associado a um corpo volumoso. Mas são máquinas bastante ergonómicas e permitem fazer algumas regulações manuais. Como incorporam lentes mais complexas, a qualidade da imagem é, geralmente, inferior à de modelos com menor zoom. O preço varia entre 120 e 1200 euros.

Versatilidade
Qualidade da imagem

Uma híbrida
é a mais indicada para si

Estas máquinas não são muito grandes e permitem trocar as lentes. Tentam conjugar a portabilidade de uma compacta e a versatilidade de uma reflex. Os nossos resultados mostram que já existem modelos capazes de rivalizar com as reflex de entrada de gama média. Mas não há muitas objetivas disponíveis. Variam entre 190 e 2000 euros, substancialmente mais caras do que as compactas.

Portabilidade e versatilidade
Visor ocular

Uma máquina avançada
é a mais indicada para si

Permitem fazer várias regulações manuais, como balanço de brancos, focagem, abertura, entre outras. São indicadas para os entusiastas da fotografia que queiram dar asas à criatividade. Alguns modelos são tão versáteis quanto as reflex e até têm uma qualidade de imagem comparável às mais baratas desse segmento. Mas não é possível trocar as lentes. Um bom modelo custa a partir de 220 euros.

Regulações manuais
Impossivel trocar as lentes

Uma máquina reflex
é a mais indicada para si

As reflex incluem muitas regulações manuais e permitem trocar as lentes. São indicadas para os amantes da fotografia que procuram maior flexibilidade. É possível usar uma macro para fotografias de detalhe, uma teleobjetiva para motivos distantes ou uma lente focal fixa para conseguir maior rapidez. Mas o conjunto “corpo da máquina + lente” pode tornar-se pesado e volumoso. Além disso, comprar várias lentes implica um investimento considerável. Já encontra uma boa reflex em kit a partir de 300 euros.

Possível trocar lentes
Investimento em objetivas

O mundo das máquinas fotográficas está cada vez mais rico. Há modelos grandes, pequenos, grandes que não permitem trocar lentes e mais compactos onde pode colocar diferentes objetivas. A maioria deve ficar longe da água, mas já existem as resistentes aos salpicos, ao pó ou até as submersíveis. Com tanta variedade, como escolher?

Comece por pensar no uso que vai fazer. É um entusiasta e quer explorar a sua veia criativa ou está interessado em dar os primeiros passos na fotografia profissional? Pretende imortalizar os eventos de família ou momentos radicais únicos, como um salto de páraquedas? Responda às perguntas do guia acima e descubra a máquina adequada para cada perfil de utilização.


X
X