Dicas

Como escolher uma máquina fotográfica digital

Lentes

A qualidade ótica das lentes faz a diferença. A probabilidade de obter fotos desfocadas ou com ruído diminui se usar lentes de maior qualidade. Quando são de qualidade inferior podem introduzir distorções na imagem e efeitos de refração (fragmentação) da luz, entre outros.

Lentes mais luminosas permitem tempos de obturação menores para a mesma sensibilidade ISO. O ISO indica o valor máximo de amplificação do sinal que pode selecionar. Ou seja, permite decidir a quantidade de luz que o sensor usará para captar uma imagem. É uma função vantajosa para obter fotos com um disparo mais rápido em condições de luz mais ténue, aumentando a probabilidade de fazer uma imagem focada. O disparo rápido é, aliás, obrigatório para fotografar objetos em movimento ou sem usar tripé. Porém, pode aumentar o ruído das imagens.

Distância focal

É a distância, em milímetros, do centro ótico (o local onde os raios de luz convergem no interior das lentes) ao sensor. A diferença entre a distância focal mínima e máxima das lentes indica a sua capacidade de ampliação. Uma distância focal de 50 mm confere uma perspetiva similar ao campo de visão humano. 

Uma menor distância focal reduz o tamanho daquilo que fotografamos, mas alarga o ângulo de visão, permitindo à máquina capturar uma área maior, indicada para paisagens ou fotografias de grupo. Um valor superior amplia o cenário que captamos e diminui o ângulo de visão, sendo adequado para fotografias de detalhe ou objetos distanciados do fotógrafo.

Zoom

Quanto maior o zoom ótico, mais versátil a máquina fotográfica digital, mas também mais volumosa e pesada. A maioria possui zoom digital, que não é comparável ao zoom ótico. Com o zoom digital, a ampliação é feita de forma artificial, o que reduz a resolução das imagens e a qualidade geral.

O valor da distância focal de uma lente zoom é sempre expresso por um par de valores, como “29-88mm”. Isto significa que, com o zoom totalmente recolhido, a máquina possibilita cerca de 75° de angulo de visão (29mm) e reduz o tamanho dos objetos, e de 28° (88mm) com todo o zoom aplicado, ampliando os objetos, neste caso. 

Estes valores são, na realidade, equivalências para os valores dos sensores usados nos antigos aparelhos de filme (35mm), os quais são tomados como referência. Consoante o tamanho do sensor da máquina, os valores ditos “reais” da distância focal   dos aparelhos digitais podem ser bem mais pequenos. Ou seja: numa máquina com um sensor mais pequeno, para obter o ângulo de visão de 75° (29 mm), seria necessário aproximar mais o sensor, reduzindo a distância focal.

A capacidade de ampliação das lentes não é o único elemento decisivo. Também importa o ângulo máximo disponibilizado (sobretudo para fotos a monumentos, paisagens, etc.). Quanto menor for a distância focal mínima, mais amplo é o angulo de visão (melhor o comportamento das lentes da máquina como grande-angular). Se está interessado na capacidade de ampliação, pondere obter uma máquina avançada equipada com superzoom. Alguns destes aparelhos possuem zooms de 60 a 65x, podendo chegar aos 1440mm.

Diafragma

A abertura do diafragma indica a luminosidade das lentes que equipam a máquina. Uma maior abertura permite fotografar com menos luz. A abertura total da lente corresponde ao valor f/1. Consoante o número aumenta, a abertura diminui. Números mais baixos indicam uma maior abertura física e, consequentemente, maior luminosidade.

À medida que a distância focal aumenta, o valor da abertura máxima diminui. Por isso, uma máquina fotográfica digital com zoom tem dois valores para definir a abertura: por exemplo, “f/2,8 – 3,4”. Isto significa que, quando o zoom está completamente recolhido, a abertura máxima é de f/2,8 e, quando se aplica o zoom máximo, passa para f/3,4. A maioria dos kits de lentes que analisámos possui aberturas de f/3,5-5,6.

Outras noções úteis

Um estabilizador de imagem ótico é útil porque atenua as vibrações causadas pelo tremor involuntário da mão e reduz a probabilidade de obter fotografias desfocadas. Marca a diferença quando utiliza uma distância focal elevada, quando dispara com o zoom no máximo ou em cenários de pouca luz com uma velocidade de obturação mais lenta.

Se quer fotografias imaginativas, opte por uma máquina fotográfica digital com definição manual do valor da abertura do diafragma e da velocidade de obturação. Serve para destacar um motivo, enquanto desfoca o fundo, ou capturar um efeito de movimento (com uma velocidade de obturação mais lenta).