Dicas

Como criar efeito de movimento ou ação congelada na fotografia

Como regular a velocidade do obturador

O modo de prioridade à velocidade do obturador costuma estar identificado como “Tv” ou “S” (shutter speed) no seletor de modo da máquina fotográfica.

Os valores relativos a este ajuste são simples de entender. Vai selecionar o tempo em segundos (normalmente, frações de segundo: 1/1000 seg ou 1/50 seg) para o diafragma se manter “aberto”, permitindo a entrada de luz para o elemento sensor.

obturador

No seletor de modo é simples de identificar o modo de prioridade à velocidade do obturador: neste caso, está identificado pela letra “S”, mas também pode ser “Tv”.

Ao escolher o modo de prioridade à velocidade do obturador, na maioria dos casos, não irá ter problemas na exposição da foto. Isto porque, além da velocidade de obturação, a exposição também depende da abertura do diafragma e do valor de ISO (ou seja, da sensibilidade do sensor). A máquina continua a regular os restantes parâmetros de forma automática, a menos que os defina todos de forma manual. Pode acontecer definir um valor de obturação impossível de ser compensado pelos restantes parâmetros.

Para poder usar um disparo muito rápido (ex: acima dos 1/1000seg), vai precisar de um local com bastante luz ambiente. Caso contrário, a foto ficará sub-exposta ou com ruído visível, causado por um valor de ISO demasiado alto.

Captar e congelar o movimento

A regulação manual do valor da velocidade de obturação pode servir diferentes propósitos. Em eventos desportivos, por exemplo, para se captar um objeto em movimento, é necessária uma velocidade de disparo bastante rápida para congelar o movimento. Noutras situações, é necessário usar um disparo mais lento para captar o efeito de movimento, como no chamado efeito “véu de noiva” de um jato de água.

Para congelar um objeto em movimento:  

  • selecione o modo de prioridade à velocidade do obturador;
  • faça o enquadramento pretendido (aplicando o nível de zoom necessário);
  • faça alguns “testes”: escolha a velocidade de disparo mais elevada permitida pela máquina, faça o disparo e verifique se a foto está corretamente exposta;
  • use esse valor para os disparos que pretende se a foto ficou bem exposta; caso contrário, selecione o valor de disparo imediatamente abaixo e vá repetindo o teste, até encontrar a velocidade o mais alta possível que resulte numa foto corretamente exposta.      

Quando a velocidade de disparo é demasiado baixa, o objeto pode ficar desfocado.

 obturador

Os jatos de água foram “congelados” com o disparo rápido (1/250 seg).

obturador

Um disparo mais lento (1/10 seg) não permitiu congelar o movimento. Os jatos de água surgem agora com o efeito "véu de noiva".

Outro efeito passa por captar o movimento de um objeto com uma velocidade de disparo mais lenta, mas acompanhando o movimento com a câmara enquanto se faz o disparo. Vai ter muitos disparos falhados, mas, quando conseguir, valeu a pena o tempo gasto a tentar.

obturador

O fotógrafo tem de seguir o objeto enquanto o disparo decorre (1/40 seg. f/4 ISO100). Prepare-se para várias fotos falhadas.

A regulação do valor da velocidade de obturação é possível em quase todas as máquinas fotográficas. Em vários smartphones, a app da câmara também permite a seleção de diversos valores de tempos de obturação. Caso a app fornecida de origem não o permita, pode sempre descarregar uma mais versátil que disponha deste tipo de ajustes (como a “open camera” dos dispositivos android ou a “Camera+” dos iOS).