Dicas

Como criar efeito de movimento ou ação congelada na fotografia

Início

Uma das vantagens da opção manual das máquinas é poder regular a velocidade de obturação. O resultado vê-se nas fotos com efeitos de movimento ou com o movimento congelado. Saiba como fazer.

  • Dossiê técnico
  • António Alves
  • Texto
  • Sofia Frazoa e Filipa Nunes
23 julho 2018
  • Dossiê técnico
  • António Alves
  • Texto
  • Sofia Frazoa e Filipa Nunes
obturador

iStock

A quantidade de luz captada numa fotografia depende, sobretudo, da abertura do diafragma e da velocidade do obturador (que define o tempo de exposição do sensor à luz).

Quando usada em modo automático, é a própria máquina fotográfica que, após medir a exposição necessária para a foto que se quer tirar, regula a abertura do diafragma e a velocidade de obturação mais equilibradas. Também seleciona o valor de sensibilidade à luz mais adequado, o valor de ISO.

Mas, para captar ou congelar o efeito de movimento, por exemplo, há vantagens em regular o tempo de exposição de forma manual. Siga as nossas dicas de quando e como fazê-lo.

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.


Imprimir Enviar por e-mail