Dicas

Impressoras: escolha bem e poupe tinta, eletricidade e papel

26 janeiro 2015

26 janeiro 2015

Descubra se deve optar por uma impressora a laser ou a jato de tinta. Saiba ainda avaliar o custo de impressão, já que as despesas com tinta ou toner ultrapassam o preço de compra.

Início

Com a ajuda dos nossos testes a impressoras, escolha um modelo que possa ser ligado em rede, via wi-fi, se tem mais do que um computador em casa ou pretende imprimir a partir de um dispositivo móvel. Certifique-se de que a nova impressora é compatível com o sistema operativo dos restantes equipamentos: algumas não são com iOS ou com Linux.   

As impressoras a jato de tinta adequam-se aos consumidores domésticos, porque são mais baratas, têm custos de utilização mais baixos para um uso moderado e imprimem fotografias com qualidade superior. 

Quem faz uma utilização muito intensiva tem vantagens em comprar uma impressora a laser e a cores, porque o custo de utilização neste caso é mais baixo. O preço é mais elevado, sobretudo das multifunções, mas também são mais rápidas. 

A impressora a laser monocromática compensa a quem só imprime texto. 

Calcule o custo de impressão com os nossos testes
Os fabricantes anunciam o número de páginas que é possível imprimir com um cartucho de tinta, mas esse valor é calculado para uma impressão sem interrupções. Nos nossos testes a impressoras multifunções a jato de tinta, encontra cálculos reais. Além do custo por página para utilização contínua, calculamos o desperdício de tinta com a limpeza de cabeças de impressão numa utilização esporádica. Feitas as contas, ao fim de 1 ano a imprimir só de vez em quando, a tinta usada na limpeza da cabeça de impressão pode corresponder a € 3 ou a 200 euros. 

Imprimir esporadicamente aumenta o desperdício de tinta e pode obrigar a substituir os tinteiros mais cedo. Tal deve-se aos procedimentos automáticos de manutenção, como os ciclos de limpeza da cabeça de impressão entre utilizações. Esta operação, necessária para a impressora manter uma boa qualidade de impressão, ocorre com mais frequência quando os aparelhos funcionam esporadicamente e imprimem poucas páginas de cada vez.

Nos nossos estudos já detetámos situações em que o gasto de tinta nas operações de limpeza é 5 vezes maior do que em impressão contínua. 

Cuidado com o stand-by nas impressoras laser
Algumas impressoras laser mantêm-se prontas a ser utilizadas algum tempo após a impressão e, por isso, consumem eletricidade desnecessariamente. Nos nossos testes encontrámos modelos que gastam cerca de 30 Watts neste modo. Em stand-by, o consumo também pode ultrapassar o máximo de 2 Watts estipulado pela diretiva europeia. 

O nosso conselho: desligue a impressora se não vai utilizá-la nas próximas horas.