Dicas

Como eliminar todos os dados do computador?

Em certas situações, pode ser necessário apagar todos os dados que estão armazenados num computador. Explicamos como o fazer da forma mais segura.

18 novembro 2022
Mãos de um homem com camisa de xadrez azul sobre as teclas de um computador portátil e símbolo da reciclagem em transparência por cima

iStock

Existem diferentes cenários em que pode ser necessário realizar uma limpeza profunda da memória de um computador:

  • o equipamento está “velho e cansado” e pretende que os programas consumam menos recursos;
  • sofreu um ciberataque, em que foi instalado um software malicioso que causou muitos danos ao aparelho, e quer ter a certeza de que não restam vestígios daquele software;
  • comprou ou recebeu o computador em segunda mão e faz questão de começar do zero, eliminando qualquer informação do anterior proprietário;
  • tenciona vender o seu computador e pretende certificar-se de que nenhum dos seus dados pessoais vai parar às mãos de estranhos.

Apagar os dados do computador: formatar ou restaurar?

Até há pouco tempo, para realizar esta tarefa, o utilizador teria de saber como formatar um computador. A formatação é a ação de apagar todos os dados presentes numa memória digital (pode ser o disco rígido do computador, um disco externo, uma pen, um cartão de memória, um CD, etc.) e preparar o dispositivo para receber novos dados. Atualmente, com as versões mais recentes do Windows, principalmente o Windows 10 e o Windows 11, o restauro é o procedimento mais adequado.

As duas operações são semelhantes, mas não iguais: a formatação é uma operação mais radical do que o restauro. Tal significa que, se alguma coisa correr mal durante o processo de formatação, é muito mais difícil recuperar informações perdidas. Para o utilizador comum, o restauro é muito mais simples e seguro de realizar, sendo o resultado da operação suficiente para a maioria dos utilizadores. Neste, o sistema operativo é reinstalado, sendo ainda apresentada a opção entre manter ou remover os seus ficheiros.

As muitas camadas de “limpeza” do computador

Um ficheiro de computador é uma série muito longa de bytes e para eliminá-lo definitivamente de um computador são necessárias várias camadas de ações:

  1. Quando um ficheiro é eliminado de uma pasta, não desaparece do computador, simplesmente é movido da localização original para uma pasta especial, normalmente designada por reciclagem. Enquanto o ficheiro estiver na reciclagem, é possível recuperá-lo com apenas alguns cliques.
  2. O ficheiro também pode ser eliminado da reciclagem. No entanto, os bytes que o compõem ainda permanecerão no computador, só já não serão visíveis através das ferramentas normais. É possível recuperar um ficheiro nestas condições, embora seja mais difícil. Imagine um livro numa grande biblioteca: se o retirar do catálogo, o livro não irá desaparecer da biblioteca, mas será muito mais difícil encontrá-lo. Efetivamente, para muitas pessoas, é como se o livro tivesse deixado de existir. Mas ainda existe.
  3. Quem quer realmente eliminar um ficheiro de um computador tem de ir mais além. Há várias formas de o fazer, mas mesmo aqui existem várias camadas. A memória pode ser limpa mais do que uma vez e, quantas mais vezes limpar, mais difícil será recuperar as informações originais (aqui entramos no campo da computação forense, das agências de espionagem, etc.). Nesta categoria enquadra-se a formatação, em que as informações são definitivamente apagadas, e o restauro, uma versão mais leve da formatação.

Restaurar o computador em três passos

1. Fazer uma cópia de segurança dos dados

Esta operação preliminar é muito importante. Pode criar esta cópia de segurança num disco rígido externo com ou sem ligação de rede (NAS), num serviço de armazenamento em nuvem, noutro computador, etc. Seja qual for o método, certifique-se de que não salta esta etapa, pois corre o risco de perder os seus dados para sempre.

2. Criar uma unidade de recuperação

Uma unidade de recuperação é uma unidade de memória externa, que pode criar, por exemplo, numa pendisk USB, num cartão de memória ou num disco rígido externo. Esta unidade pode vir a ser muito útil para reinstalar o Windows caso o seu computador tenha uma falha grave de hardware. Esta operação é semelhante à cópia de segurança e não faz parte do restauro do sistema propriamente dito. Funciona antes como uma apólice de seguro, caso haja algum problema durante o processo. A Microsoft recomenda recriar a unidade de recuperação anualmente.

Caso tenha o Windows 8 ou uma versão mais recente, o dispositivo que usar deve ter pelo menos 16 GB de memória. Não utilize, por exemplo, uma pendisk USB onde guarde outros ficheiros; dedique um dispositivo especificamente para a unidade de recuperação.

Para criar a unidade, escreva “Criar uma unidade de recuperação” na caixa de pesquisa (na barra de ferramentas) do computador. Depois de esse programa iniciar, clique no ícone “Criar uma unidade de recuperação” que aparece e siga as instruções.

Em versões mais antigas do Windows, existe um comando para criar a unidade de recuperação, que deve procurar no Painel de Controlo.

3. Restaurar o computador

Windows

Caso o seu computador tenha o Windows 11, abra as configurações e selecione Sistema > Recuperação. Se for o Windows 10 ou 8, selecione Atualização e Segurança > Recuperação. Na página seguinte, selecione Restaurar.

São-lhe apresentadas duas opções: manter os seus ficheiros ou eliminá-los. No mesmo ecrã, pode clicar em “sugestões” para saber mais detalhadamente o que cada escolha implica e qual é a ação sugerida dependendo do seu problema (pode ser algo diferente de restaurar o computador).

Das opções que lhe são apresentadas, a primeira é a menos invasiva. Se está a realizar o procedimento com a intenção de melhorar o desempenho do computador, esta é a adequada.

Para os outros cenários que descrevemos no início do artigo, deve escolher “Remover tudo”. Depois de selecionar esta opção, e por estranho que possa parecer, ainda terá a opção de escolher entre fazer ou não a eliminação profunda dos dados.

Isto porque, como já explicámos, quando se elimina um dado de uma memória digital, esse dado ainda pode ser recuperado. Quanto mais completo for o processo de eliminação, mais tempo levará e mais difícil será alguém recuperar os dados.

A própria Microsoft sugere que se selecione a opção de eliminação de dados ligada caso se pretenda doar, reciclar ou vender o computador, tarefa que demora uma a duas horas, mas torna mais difícil a recuperação dos ficheiros. Com a eliminação de dados desligada, o processo demora menos tempos, mas também é menos seguro, uma vez que os ficheiros apenas são removidos.

MacOS

Clique no ícone da Apple no canto superior esquerdo e selecione Preferências do Sistema. No menu superior, clique em Preferências do Sistema e selecione Inicializar conteúdo e configurações. Deverá introduzir a sua password do sistema.

É apresentada no ecrã a informação do que irá ser apagado. Se tem certeza daquilo que está prestes a fazer, selecione Continuar e siga as instruções.

Se pretende revender o computador, a Apple aconselha a executar estas tarefas adicionais: faça logout do iCloud e do iMessage, desconecte os seus dispositivos Bluetooth e reponha a NVRAM, uma pequena parte da memória do computador utilizada para armazenamento de alguma configuração.

Precisa de um computador portátil novo?

Existe uma grande variedade de computadores portáteis, com diferentes tamanhos, características e preços. Para escolher o melhor, convém estar consciente da utilização que lhe pretende dar. O comparador da DECO PROTESTE ajuda a encontrar o modelo mais adequado, ao melhor preço.

COMPARE COMPUTADORES PORTÁTEIS

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.