Notícias

Antivírus: utilizadores revelam os melhores

19 junho 2012 Arquivado

19 junho 2012 Arquivado

Inquirimos 8388 consumidores sobre a sua experiência com programas antivírus. A Eset, BullGuard, Avira e Avast! são as marcas que mais satisfazem.

Para conhecer a experiência e a utilização de quem artilhou o computador com um programa antivírus, pedimos a opinião a mais de 8 mil consumidores de Portugal, Espanha, Itália, Bélgica e Brasil, em março último.

Os antivírus gratuitos garantem satisfação e fazem furor entre os inquiridos. Nos últimos 2 anos, mais de metade (56%) dos antivírus instalados pelos portugueses são programas gratuitos. Não ter de pagar nada é, aliás, o principal critério de escolha para quase 31% dos nossos inquiridos.

O sucesso dos antivírus gratuitos
Com antivírus gratuitos ou pacotes de segurança, a satisfação global dos utilizadores é elevada. Entre os programas a pagar, os produtos das marcas Eset, BullGuard, Avira e Avast! distinguem-se da concorrência ao exibir a proteção mais convincente para os inquiridos.

Nos últimos lugares da classificação, as marcas McAfee e Panda foram penalizadas com as piores notas de satisfação, devido à lentidão do computador provocada pelo funcionamento do antivírus e a ajuda insuficiente online. Os utilizadores criticam ainda a Symantec (Norton) e a McAfee pelas dificuldades a desinstalar o programa.

Já no último teste comparativo os antivírus McAfee e Panda exibiram o pior desempenho nas provas dos nossos especialistas. No polo oposto, o Avira Internet Security 2012 revelou ser o Melhor do Teste.

Top da Satisfação
Marca Satisfação global até 100
Pacotes de segurança
ESET 83
Bullguard 82
Avira 82
Avast! 82
Check_point 80
G Data 80
Kaspersky 80
AVG 80
F-Secure 79
Softwin 78
Symantec 75
Trend_Micro 75
McAfee 71
Panda 66
Antivírus gratuitos
Microsoft 81
Avast! 79
Comodo 78
Avira 78
AVG 76

Legenda

Entre os antivírus gratuitos, o índice de satisfação mais elevado pertence ao Microsoft (Security Essentials). O AVG ocupa a última posição, devido aos piores resultados em quase todos os critérios que analisámos.

Ataques em mais de um terço das máquinas
Mesmo com um programa antivírus instalado, 38% dos portugueses inquiridos relatam que o seu computador já foi infetado por vírus ou software malicioso. Num quinto das situações (22%), a infeção resultou em graves problemas nas atividades diárias dos consumidores.

A percentagem de computadores infetados varia também com o sistema operativo utilizado: os mais afetados são os inquiridos com as versões antigas do Windows. Já aqueles que têm o MacOS e o iOS sofreram menos infeções. Contudo, não são diferenças significativas entre os sistemas operativos em confronto.

Os pacotes de segurança pagos garantem uma proteção ligeiramente melhor aos utilizadores do que os programas antivírus gratuitos. Mas na verdade já encontra online alguns antivírus gratuitos com uma qualidade bastante aceitável.

Antivírus ajudam a proteger o computador
Proteja o computador de vírus e piratas com um pacote de antivírus, antimalware, antispam, proteção contra roubo de identidade e firewall. Acompanhados por uma firewall, os antivírus gratuitos podem ser eficazes.

Ao navegar online ou consultar o correio eletrónico, estamos expostos a inúmeros vírus, burlas e tentativas de invasão de privacidade. Os pacotes com antivírus e firewall ajudam a combater estes ataques, asseguram que o controlo da máquina não cai nas mãos erradas e protegem os dados, como senhas de acesso ao banco online ou do cartão de crédito. Alguns pacotes incluem mais funções, como controlo parental e antispam. Evitam o correio não solicitado e impedem que os seus filhos acedam a conteúdos não adequados.

Para se blindar com uma proteção razoável, não precisa de gastar dinheiro num pacote. Basta instalar um antivírus a complementar com a firewall do Windows ou do router da rede doméstica, caso só navegue online em casa.