Voltar

Compras imunes ao greenwashing? Procure a Escolha Verde

Estilo de vida

Especialistas

iStock

Quer um detergente para a máquina de lavar roupa que lave mesmo bem e que tenha o mínimo impacto no ambiente? Os testes da DECO PROTESTE são conhecidos pelas suas recomendações de “Escolha Acertada”, “Melhor do Teste e, desde 2021, “Escolha Verde”.

O que distingue a “Escolha Verde” dos restantes rótulos

A principal característica que distingue o nosso selo “Escolha Verde” dos restantes é a de apenas destacar produtos que tenham um bom desempenho tanto ao nível ambiental como no fim a que se destinam. A Escolha Verde só é atribuída aos produtos com pontuação máxima no impacto ambiental, mas que também tenham na generalidade uma qualidade boa ou muito boa.

Já elegemos produtos com esta distinção em papel higiénico, detergentes, champôs sólidos, e mais recentemente em frigoríficos e aparelhos de ar condicionado. Continuamos a trabalhar para atribuir a Escolha Verde em mais categorias.

Por exemplo, nos detergentes para máquina de lavar roupa e para máquina de lavar loiça, os critérios tidos em conta na avaliação ambiental dos detergentes são a composição do produto e a embalagem.

Para a avaliação da composição, é analisada a lista de ingredientes disponibilizada pelas marcas, cumprindo o regulamento europeu relativo aos detergentes. Com a colaboração de peritos reconhecidos, avaliamos os ingredientes segundo a sua classificação para o ambiente e a toxicidade para o meio aquático. Numa 2.ª fase, em análises laboratoriais, quantificamos alguns dos ingredientes com reconhecido impacto negativo para o ambiente.

No caso da embalagem, verificamos o nível de enchimento, considerando como mínimo a ocupação de, pelo menos, 85% do recipiente, e calculamos o peso da embalagem por lavagem (quanto menor o peso e mais lavagens realizadas, melhor para o ambiente). Analisamos ainda os materiais usados e a sua reciclabilidade efetiva.

Cosméticos e alimentos: que símbolos procurar?

Conhece os selos e as alegações “verdes” que aparecem em produtos alimentares e cosméticos?

Num estudo que realizámos em final de 2021, 56% dos inquiridos consideravam-se pouco ou nada informados sobre os critérios que levam os produtos a poderem ostentar estes símbolos – sejam selos ou alegações – nos rótulos. O nosso estudo foi realizado entre os consumidores nacionais, dos quais obtivemos 1533 respostas válidas. Regra geral, a confiança no que prometem estes símbolos é escassa, mesmo entre os que afirmam conhecê-los.

Explicamos alguns dos selos mais frequentes. Estes selos indicam que o produto que está a adquirir respeita um ou mais parâmetros da sustentabilidade, seja o ambiente, a origem local, a preservação da vida animal, entre muitos outros conceitos.

Ninguém controla o greenwashing?

"Eco", "renovável", "biodegradável" e "amigo do ambiente", entre outros, não são necessariamente indicadores de que determinado produto é bom para o planeta ou que tem um baixo impacto ambiental. Com tantos rótulos ecológicos existentes (mais de 450) e as inúmeras alegações ambientais das empresas, levará algum tempo até que o greenwashing se encontre devidamente regulamentado.

As alegações e os rótulos verdes sem fundamento – o chamado greenwashing – visam conquistar o consumidor preocupado com a ecologia. Como distinguir as marcas genuinamente comprometidas com o ambiente? Oiça o debate no episódio do Podcast POD Pensar.

Veja também