Notícias

Cartão ou seguro de saúde: qual o mais indicado para si?

26 setembro 2018
cartao_seguro saude

26 setembro 2018

Os cartões são uma alternativa mais barata para quem quer ir ao privado, mas poucos cobrem internamento e a sua utilidade é reduzida se vive fora das grandes cidades. Se não tem restrições orçamentais, à partida, fica mais bem servido com um seguro.

Início

Para a maioria dos consumidores, a escolha entre um cartão e um seguro de saúde está sobretudo dependente do custo - um argumento mais do que válido. Ainda assim, não é o único. 

Os cartões de saúde são quase sempre mais baratos, mas não substituem os seguros. Além disso, arrisca-se a comprar um e verificar, mais tarde, que pouca utilização lhe pode dar, por não haver médicos nem serviços na área de residência com os quais o cartão tenha acordo.

O seguro também não é a melhor solução para todos os casos. Mesmo que o preço não seja um entrave, se pretende apenas fazer tratamentos dentários, subscrever um seguro de saúde pode não compensar.

A primeira pergunta a fazer é se pode gastar mais de € 200 por ano. Se a resposta for sim, prefira o seguro de saúde. Se a resposta for não, opte por um cartão de saúde. Neste caso, o cartão TESTE SAÚDE pode ser uma boa solução. Em caso de consulta de urgência em casa, paga apenas 10 euros. O valor desce para € 5 se a consulta de urgência se realizar num dos prestadores da rede Ecco Salva, o nosso parceiro para este cartão. Tem ainda acesso a descontos até 50% nas consultas não urgentes na rede Ecco Salva e a aconselhamento médico gratuito por telefone (custo de chamada local) a qualquer hora. Até ao final do ano, a parceria disponibilizará dois novos serviços ao domicílio: enfermagem e fisioterapia. Este cartão de saúde é gratuito para os subscritores das revistas PROTESTE e TESTE SAÚDE que completem 1 ano de assinatura. Todas as vantagens são extensíveis agregado familiar. 

Diferenças entre cartão e seguro de saúde


CARTÃO SEGURO

Cliente ideal

 

 

Ultrapassou a idade "permitida" para aderir a um seguro. Pondera ter filhos e quer ser atendido no privado. 
 Tem um problema de saúde já diagnosticado.  Pretende acautelar uma possível cirurgia.
Está interessado, sobretudo, em tratamentos dentários caros (ex. pôr um aparelho).   Admite ir a muitas consultas no setor privado. 
 Quer aceder ao privado para consultas de rotina (ex. ginecologia) e não pode pagar um seguro.

Serviços

Assistência médica e de enfermagem ao domicílio.

Além dos incluídos nos cartões de saúde, integra ainda assistência médica hospitalar e, dependendo do plano, próteses e partos.
 Transporte gratuito em ambulância.
 Aconselhamento telefónico.
 Consultas de especialidade.
 Exames e tratamentos com descontos na rede de prestadores.

Pontos fortes

Pode começar a usar logo após a adesão.  Paga uma pequena parte da despesa (franquia ou copagamento), pois a seguradora reembolsa-o do remanescente ou paga diretamente o prestador.
Pode subscrever em qualquer idade. 
 Anuidade mais barata.
Serviços médicos com descontos. 
Não requer pré-autorizações, desde que o serviço esteja abrangido. 
Pontos fracos  Paga despesas do próprio bolso. Algumas despesas não são pagas se efetuadas logo após a subscrição do seguro (período de carência). 
Está limitado aos estabelecimentos e profissionais que integram a rede de cuidados médicos do cartão.  Precisa de pré-autorização para realizar alguns atos médicos. 
Redes médicas muito limitadas fora dos grandes centros urbanos.  Certas despesas ficam excluídas (como as relativas a uma doença já diagnosticada antes de contratar o seguro).
 Difícil contratar o seguro a partir de certa idade.
 Despesas só são pagas até um certo limite de capital.
Prémio anual elevado e crescente com a idade. 

 

As seguradoras têm adicionado o acesso a redes de descontos em várias especialidades e até em consultas e tratamentos dentários. Por vezes, associam redes de bem-estar, que incluem medicinas alternativas, ginásios, centros de massagens, entre outros.

Escolha o pacote com as coberturas mais adequadas às suas necessidades. O nosso simulador indica-lhe a melhor apólice para o seu caso.

Simular seguro de saúde

 

Se ainda nãoe é nosso subscritor, conheça estas e outras vantagens. 

Tornar-me associado

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.