Alertas

Reductil: venda de medicamento para emagrecer é ilegal

10 outubro 2014 Arquivado
reductil

10 outubro 2014 Arquivado

O medicamento para emagrecer Reductil foi proibido em 2010, mas permanece à venda na Internet e nas redes sociais. A substância ativa sibutramina apresenta riscos cardiovasculares. Para perder peso com saúde, consulte as nossas dicas.

Após o alerta lançado pelo INFARMED - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde,  I.P. - verificámos que ainda existem páginas ativas na rede Facebook dedicadas à venda de medicamentos com a substância ativa sibutramina.

Os medicamentos à venda, da marca Reductil ou genérico, são ilegais e podem ser falsificados, o que eleva o risco para a saúde. Além disso, em 2010, aquela substância foi proibida na União Europeia, dado que os benefícios não superavam os riscos cardiovasculares.

A fiscalização na alfândega deveria ser mais eficaz. No caso da página no Facebook, a empresa refere não ser sediada em Portugal, o que justifica a necessidade de controlar a entrada no País de produtos encomendados em sítios não licenciados.

Se pretende adquirir medicamentos online, recorra aos sítios autorizados pelo INFARMED: são os únicos a garantir eficácia, qualidade e segurança dos produtos. Prefira os que permitem o acesso a um profissional por telefone ou correio eletrónico, para esclarecer dúvidas. Comprar fora dos locais autorizados acarreta riscos: as composições podem ser diferentes do anunciado e alterar os efeitos terapêuticos, bem como aumentar as reações adversas. Além disso, não há garantias de conservação ou de acompanhamento médico e farmacêutico.

Para alcançar resultados duradouros, consulte as nossas dicas para emagrecer.


Imprimir Enviar por e-mail