Alertas

Ibuprofeno é seguro

22 abril 2015

22 abril 2015

O ibuprofeno, um medicamento que se usa contra a dor e a febre, é seguro. Não se deixe assustar pelas notícias recentes que dizem o contrário: só há risco para a saúde em doses muito elevadas.

É verdade que o Comité de Avaliação do Risco em Farmacovigilância (PRAC) da Agência Europeia do Medicamento (EMA) relacionou a toma de ibuprofeno com o aumento do risco cardiovascular, porém só em doses diárias de 2400 miligramas. Esta dosagem só pode ser usada em situações prolongadas que, normalmente, são acompanhadas por um profissional de saúde. Sem este acompanhamento, a dose máxima é de 1200 mg por dia. Neste cenário, o ibuprofeno não acarreta riscos cardiovasculares.

O ibuprofeno é um anti-inflamatório que atua contra a dor e a febre e é dos mais usados em crianças e em adultos. O estudo do Comité de Avaliação do Risco em Farmacovigilância revela um pequeno aumento do risco de problemas cardiovasculares, como ataque cardíaco e acidente vascular cerebral (AVC), em doentes a tomar doses elevadas de ibuprofeno. Este risco é semelhante ao conhecido para outros anti-inflamatórios, como o diclofenac e os inibidores da COX-2. Além disso, o Comité de Avaliação do Risco em Farmacovigilância considera que os benefícios do ibuprofeno ultrapassam os riscos.

Como prevenção, recomenda que se evitem doses iguais ou superiores a 2400 mg/dia em doentes com problemas cardíacos ou circulatórios graves (insuficiência cardíaca, cardiopatias e distúrbios circulatórios) ou que já tiveram um ataque cardíaco ou um AVC. Sugere a mesma conduta para o dexibuprofeno, uma substância ativa semelhante ao ibuprofeno. Para este medicamento, consideram-se doses elevadas as iguais ou superiores a 1200 mg/dia.