Notícias

Hepatite C: cada tratamento com sofosbuvir custa 48 mil euros

20 janeiro 2015 Arquivado
tratamento_hepatitec

20 janeiro 2015 Arquivado

Só os doentes mais graves estão a ter acesso ao sofosbuvir, o novo medicamento para tratar a hepatite C, que eleva a taxa de cura para perto dos 90 por cento. O valor inicialmente pedido pela farmacêutica é incomportável para o Serviço Nacional de Saúde. Saiba como evitar a doença.

Tratamento custa € 800 no Egito

Não sendo a solução recomendada para todos os casos de hepatite C, o sofosbuvir é utilizado prioritariamente em doentes que dele efetivamente precisem e que estejam em situação mais grave. Assim, cada Estado-membro da União Europeia definiu os critérios para a eleição dos doentes. Cada tratamento em França custa 41 mil euros. Em Inglaterra, o valor sobe para 44 mil. Mas, no Egito, custa 800 euros. Um facto que levou os ministros da Saúde europeus a discutir, em setembro de 2014, uma proposta de compra conjunta do medicamento.

Eurico Castro Alves, presidente do Infarmed, explicou-nos que "a solução pressupõe que a compra do fármaco seja realizada por todos os Estados-membros e por um valor que tenha como referência o preço praticado no Egito". A ideia subjacente é "indexar o valor do medicamento ao Produto Interno Bruto da zona euro, o que permitiria que o fármaco passasse a custar, sensivelmente, 10 vezes menos do que o proposto atualmente".