Notícias

Faltam alguns medicamentos essenciais nas farmácias

11 julho 2014

11 julho 2014

Há dificuldades no acesso a medicamentos essenciais devido à exportação paralela e à situação económica do setor de distribuição. Temem-se possíveis efeitos na população e nas contas do Serviço Nacional de Saúde.

Há falta de medicamentos nas farmácias nacionais. O Observatório Português dos Sistemas de Saúde cita um estudo de 2013 da consultora Deloitte, em que cerca de 46% dos doentes inquiridos não encontrou o que precisava na farmácia. Destes, 24% nem depois de 24 horas conseguiu. As falhas no abastecimento afetaram, sobretudo, medicamentos destinados a doentes crónicos com problemas endócrinos, do foro cardiovascular ou respiratório. Nesse estudo, 22% das farmácias inquiridas referiram ter falhas de fornecimento de insulina, indispensável para os diabéticos.

Além disso, mais de 60% das farmácias reportaram falhas no abastecimento ao Observatório dos Medicamentos (ANF). Desde agosto de 2013, o número médio de embalagens em falta, por mês, situa-se próximo dos 5 milhões.

O relatório de primavera do Observatório Português dos Sistemas de Saúde identifica as causas do problema: armazenistas, setor de distribuição e farmácias têm dificuldades financeiras; e distribuidores portugueses estão a exportar paralelamente para mercados mais apetecíveis.

Em simultâneo, a diminuição do poder de compra da população pode afetar a sua capacidade de comprar medicamentos, apesar da descida dos preços. Mais de 20% dos agregados familiares querem reduzir as despesas gerais em saúde, de acordo com um estudo de 2012 da Associação para o Desenvolvimento Económico e Social.

Este cenário prejudica a adesão à terapêutica, diminui o potencial de saúde da população e pode ainda ter o efeito perverso de aumentar a fatura do Serviço Nacional de Saúde. Quando não se toma corretamente os medicamentos, é possível que surjam complicações para a saúde do doente que terão de ser tratadas no Serviço Nacional de Saúde, mas com custos mais elevados para o utente e para o próprio sistema.

Imprimir Enviar por e-mail