Dossiês

Deixar de fumar com medicamentos e outras estratégias

17 novembro 2020
deixar fumar

Exercício físico, alimentação equilibrada e autocontrolo são algumas das chaves para conseguir deixar de fumar. Mas há medicamentos que podem ajudar. Conheça as estratégias para ser bem-sucedido.

Ajuda profissional

Se for difícil deixar de fumar sozinho ou com o apoio das pessoas que o rodeiam, uma ajuda externa aumenta as hipóteses de sucesso. O primeiro passo poderá ser falar com o seu médico de família. Os fumadores que procuram um médico têm mais hipóteses de êxito do que os que tentam deixar de fumar sem ajuda.

O médico vai ajudá-lo a analisar o seu comportamento de fumador. Examinará a sua motivação, os seus problemas e a melhor maneira de lhes fazer face. Caso seja necessário, o médico poderá indicar-lhe medicamentos, cuja utilização aumenta o grau de sucesso de deixar de fumar.

Nalguns hospitais e centros de saúde, o Serviço Nacional de Saúde disponibiliza consultas de cessação tabágica. O fumador deve ser acompanhado por uma equipa multidisciplinar: um médico, um enfermeiro e, se possível, um psicólogo e um nutricionista. Pergunte ao seu médico de família onde pode aceder a estas consultas. 

Terapias alternativas

Alguns fumadores tentam métodos alternativos, como a acupunctura e a hipnose. Estas técnicas talvez funcionem pelo seu efeito psicológico, mas não existem evidências científicas que comprovem a eficácia destes métodos.

Se lhe propuserem este ou outro método que lhe pareça estranho, peça provas da sua eficácia e fale com o seu médico. De outro modo, pode estar a desperdiçar dinheiro e a colocar a sua saúde em risco.