Notícias

Reembolso de prótese dentária ao fim de dois meses

14 março 2016
Com a ajuda da DECO, L.F. viu ressarcido o dinheiro pago por uma prótese dentária com a qual não ficara satisfeita

14 março 2016

Em julho de 2015, a nossa leitora L.F., de Olhão, deslocou-se à Clínica da Avenida, situada naquela cidade, para colocar uma prótese dentária. Tinha uma exigência: que o material fosse flexível para não magoar.

Fez várias consultas, sempre com a mesma médica, que lhe garantiu a devolução do dinheiro pago pela prótese caso não ficasse satisfeita.

Experimentou a prótese e pediu ajustes, pelo menos, cinco vezes. Porém o objeto nunca se adaptou devidamente à boca: ficou largo e não assentava bem.

Cansada e sem solução à vista, em outubro, a nossa leitora comunicou à médica que iria desistir e, conforme era seu direito, pretendia o reembolso. Foi reencaminhada para o responsável pela clínica, que lhe deu razão e autorizou a devolução dos € 510 via transferência bancária.

Um mês depois, ainda sem o dinheiro na conta, L.F. apresentou o caso na delegação da DECO do Algarve e solicitou a nossa intervenção. O Gabinete de Apoio ao Consumidor daquela delegação contactou a Clínica da Avenida por escrito.

A clínica não se pronunciou. Contudo, ao fim de mais um mês de espera, a leitora informou os nossos serviços de que já tinha recebido o dinheiro.

Se enfrentar um conflito de consumo, envie a queixa diretamente à empresa na nossa área Reclamar