Notícias

Clínica resiste em reembolsar próteses dentárias

23 janeiro 2017
Clínica resiste em reembolsar próteses dentárias mal-feitas

23 janeiro 2017
Durante várias semanas, Rui Segurado usou próteses dentárias desconfortáveis. Apesar das queixas, a clínica defendeu sempre que não tinham qualquer problema.

Utilizador de próteses dentárias há vários anos, Rui Segurado, do Seixal, decidiu substituí-las. Para isso, recorreu aos serviços do Centro Médico Batalha, na Amora. Em conjunto com a médica, optou por uma prótese total, para o maxilar superior, e outra parcial, com oito dentes, para o inferior. Mas a experiência não correu bem: fez várias provas, durante semanas, e queixou-se sempre de que as próteses magoavam as gengivas. Era preciso adaptar-se, diziam-lhe. 

Rui acabou por pagar as próteses e levá-las para casa. Contudo, não as conseguia suportar e voltou várias vezes à clínica para reajustamentos, que não resolveram o problema. Por isso, o leitor exigiu próteses novas. A médica dentista encaminhou o caso para a técnica protésica, mas nada foi feito. Rui pediu a ajuda do nosso serviço.

A clínica alegou que as próteses estavam bem feitas e que era natural que Rui precisasse de algum tempo para se habituar às novas. Afirmou nunca ter negado o acompanhamento e os ajustes necessários. O leitor confirmou a boa vontade, mas argumentou que esta não resolvia o problema.

O diferendo prolongou-se por alguns meses, até que a clínica devolveu o valor que Rui pagou pelas próteses. 

Em caso de conflito com uma empresa ou prestador de serviço, apresente a sua queixa na nossa plataforma Reclamar. Poderá encontrar situações semelhantes que ajudam a resolver o problema ou pedir a ajuda dos nossos especialistas.


Imprimir Enviar por e-mail