Notícias

Boletim de vacinas eletrónico alargado a todos os utentes

28 abril 2017
Boletim de vacinas eletrónico alargado a todos os utentes

28 abril 2017

Confirmar quando deve reforçar uma das vacinas estará à distância de um clique. Comece a dizer adeus ao velho boletim em papel.

O boletim de vacinas em formato digital, ou e-Boletim,  facilita o acesso da informação por qualquer profissional de saúde, em qualquer momento e local. A atualização também será mais prática. Além disso, prevê-se que o utente possa ser vacinado em qualquer centro de saúde, se necessário. Poderá ainda consultar o calendário de vacinas através da Área do Cidadão, no Portal Nacional de Saúde. 

Espera-se que o e-Boletim esteja disponível para todos os utentes do País até ao final deste ano, segundo o Serviço Nacional de Saúde.

Por enquanto, este registo digital existe apenas para os utentes do litoral alentejano (no âmbito de um estudo da Unidade Local de Saúde dessa região) e para as crianças nascidas a partir de junho de 2013.

No caso dos mais novos, a consulta do e-Boletim permite que os pais sejam alertados, por exemplo, sobre o calendário de vacinação, as datas das consultas, do reforço das vacinas e da realização de exames clínicos. Este processo permitirá ainda o registo do número de utente no Sistema Integrado de Informação Hospitalar (SONHO) e a criação do e-Boletim na Plataforma de Dados da Saúde para recém-nascidos. Na prática, ainda antes de estes terem alta do hospital, é-lhes atribuído um número de utente e um centro de saúde. Os recém-nascidos ficam assim automaticamente associados ao médico de família da mãe e a uma unidade de saúde.


Imprimir Enviar por e-mail