Dicas

Como fintar a preguiça e não desistir de treinar

01 junho 2017
Dicas para fintar a preguiça e não desistir de treinar

01 junho 2017
Quer fazer exercício físico, mas falta-lhe motivação? Conquiste um estilo de vida mais saudável com alguns truques.

Começar a treinar é difícil, mas o verdadeiro desafio é não desistir. Há truques que ajudam. Primeiro o básico: encontre uma razão forte para mudar os hábitos de sedentarismo. Para descobri-la, anote todos os motivos que o levam a começar a treinar e a mudar para um estilo de vida mais saudável e cole-os num local visível, para onde olhe várias vezes ao dia. 

Siga os bons exemplos

Rodeie-se de pessoas com um estilo de vida saudável. Observar este comportamento de perto prova-lhe diariamente os benefícios dessa decisão. O ideal é convencer um amigo a acompanhá-lo no treino ou juntar-se a um grupo dedicado à atividade que gosta de praticar. Encontre um grupo ou junte os seus amigos em FitMap. Seja organizado. É bom marcar dia e hora para praticar exercício físico. Assim, é mais provável que encare a tarefa como um compromisso e, se tiver alguém à sua espera, melhor. 

comece já a treinar em FitMap 

Escolha um mentor

Assuma a responsabilidade de cumprir o seu plano de treino e encontre rapidamente um braço direito para definir objetivos. Alguém que o ajude a manter-se no caminho certo e que lhe diga o que está a cumprir e o que está a falhar e o encoraje a manter-se comprometido com o seu novo estilo de vida. 

Transforme o treino num jogo

apps especializadas em motivação. Por exemplo, na Pact tem de fazer um pacto consigo para treinar e comer alimentos saudáveis. Se cumprir, é recompensado em dinheiro. Só está disponível em inglês e há versões para iOS e Android. Na plataforma online StickK joga-se ao contrário: o utilizador assina um contrato em que se compromete a cumprir os seus objetivos. Se falhar, terá de pagar. 

Use o melhor da tecnologia

As pulseiras de fitness incluem diferentes técnicas para mudar comportamentos que são utilizadas em intervenções clínicas. Muitas destas técnicas estão associadas ao sucesso da perda de peso e/ou aumento da atividade física. Um estudo comparou 13 pulseiras de fitness para avaliar a forma como aqueles dispositivos (e respetivas apps) motivam o utilizador. A maioria das pulseiras analisadas possuía ferramentas que contribuem para alterar comportamentos, como a auto-monitorização, o feedback e a fixação de metas.

O estudo concluiu que as pulseiras de fitness podem contribuir para a alteração de comportamentos, mas o sucesso individual dependerá das técnicas de motivação utilizadas e das características do próprio dispositivo. Por isso não esteja à espera que a pulseira o faça sair do sofá. Mas se já está com vontade de o fazer, talvez a pulseira contribua para o seu sucesso. Saiba como em FitMap. Veja o nosso teste e escolha a mais adequada. 

 

Deite fora as tentações

O ambiente que o rodeia pode estar sabotá-lo. Por exemplo, já reparou no diâmetro dos seus pratos?  Se forem muito grandes, podem induzir a comer mais. Isto prova que o ambiente pode sabotar os seus objetivos.

O nosso conselho é acabe com tudo o que o leva a falhar. Se tem batatas fritas na despensa, livre-se do pacote e não compre mais! Coloque estrategicamente lanches saudáveis ou os sapatos de corrida em sítios visíveis.
 

Imprimir Enviar por e-mail