Notícias

Síndrome respiratória do Médio Oriente: o que é, como se transmite e como prevenir

03 julho 2015 Arquivado

03 julho 2015 Arquivado

Se esteve recentemente no Médio Oriente ou Coreia do Sul ou pensa viajar para um destes destinos, saiba como evitar o contágio pelo vírus MERS-CoV. Em caso de suspeita da doença, não saia de casa e ligue para a linha Saúde 24.

Onde para o vírus

Desde 2012, já foram registadas 480 mortes em 1350 casos de infeção confirmados em laboratório, segundo os últimos dados revelados pela OMS. O MERS-CoV parece estar a circular por toda a Península Arábica, principalmente na Arábia Saudita.

A Coreia já regista um total de 181 casos, entre os 16 e 87 anos (média de 55 anos, 61% homens, 14% são profissionais de saúde), registando-se 31 mortes. Foram ainda registados 2 novos casos de infeção nos Emirados Árabes Unidos.

Os receios da crescente propagação do vírus levam as autoridades sul-coreanas a adotar uma série de medidas preventivas de forma a travar as infeções, como o encerramento de escolas e cancelamento de eventos públicos. As medidas de isolamento e quarentena que foram tomadas preveem o controlo do surto neste país, sendo que a OMS tem feito uma avaliação positiva do efeito deste esforço por parte das autoridades sul coreanas.

Outros países com casos de infeção registados no Médio Oriente: Irão, Jordânia, Kuwait, Líbano, Omã, Qatar e Iémen. Registaram-se ainda casos pontuais noutros pontos do globo, como Áustria, França, Alemanha, Grécia, Itália, Holanda, Turquia e Reino Unido (Europa); Argélia, Tunísia e Egito (África); China, Malásia, Filipinas, Tailândia (Ásia) e Estados Unidos da América (América do Norte). No entanto, nestas zonas geográficas, os casos de infeção estavam relacionados com uma história de viagem recente para aquela região ou contacto com um doente.