Notícias

Sarampo: o que é, como se transmite e como prevenir

26 outubro 2022
criança com sarampo e com termómetro

A vacina contra o sarampo é a principal medida de prevenção contra a doença, faz parte do Programa Nacional de Vacinação e é gratuita. Veja como se transmite a doença e como prevenir.

O sarampo é uma infeção provocada por um vírus. É uma das doenças infeciosas mais contagiosas, transmitindo-se de pessoa para pessoa através de gotículas ou aerossóis. Habitualmente, a doença é benigna, mas, em alguns casos, pode ser grave ou mesmo fatal.

Quais os sintomas do sarampo?

O período de incubação dura normalmente dez a 12 dias, mas pode variar entre sete e 21 dias.

Tudo começa com febre (igual ou superior a 38ºC), conjuntivite, nariz a pingar e tosse. A seguir, chegam uns pequenos pontos brancos na boca (manchas de Koplik), normalmente um a dois dias antes de o corpo ficar cheio de borbulhas (o chamado exantema maculopapular, na gíria médica). Aparecem primeiro no rosto, depois no tronco e, por último, nas pernas.

As borbulhas duram quatro a sete dias e, na fase final, a pele descama. A doença nos adultos, habitualmente, é mais grave do que nas crianças.

O sarampo é contagioso quatro dias antes de surgirem as borbulhas no corpo e até quatro dias depois.

Sarampo: qual o tratamento?

O tratamento consiste em manter o doente confortável e em aliviar os sintomas até que estes desapareçam, o que geralmente ocorre ao fim de duas a três semanas. Os antibióticos não são eficazes contra o vírus do sarampo, mas podem ser prescritos pelo médico, se surgir uma infeção bacteriana secundária (como uma otite, por exemplo).

Infeção por sarampo é grave?

As complicações do sarampo podem incluir outras doenças, tais como:

  • otite média;
  • pneumonia;
  • bronquite;
  • convulsões febris;
  • encefalite.

Uma complicação muito rara, que pode ocorrer anos depois da doença aguda, é a panencefalite esclerosante subaguda (um em cem mil casos), que resulta de uma infeção cerebral de longa duração causada pelo vírus do sarampo. Esta doença pode ser mortal.

A forma clássica de sarampo surge em indivíduos não vacinados e caracteriza-se por um quadro clínico que pode ser grave, dar azo a complicações e levar à morte. A contagiosidade destes casos é muito elevada. Em pessoas vacinadas, a doença apresenta um quadro clínico mais ligeiro e com muito baixa probabilidade de contágio. Esta forma da infeção é conhecida por sarampo modificado.

Como prevenir o sarampo?

A vacina é a principal medida de prevenção contra o sarampo. As pessoas não vacinadas e as que nunca tiveram sarampo têm uma elevada probabilidade de contraírem a doença se forem expostas ao vírus. Ainda assim, existem comunidades não vacinadas. Aliás, nos últimos anos, têm surgido surtos de sarampo em vários países por falta de vacinação. 

Se nunca teve sarampo e vai viajar, certifique-se de que apanha a vacina.

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós