Notícias

Sarampo: o que é, como se transmite e como prevenir

05 maio 2020
criança com sarampo e com termómetro

A vacina é a principal medida de prevenção contra a doença, faz parte do Programa Nacional de Vacinação e é gratuita.

Início

O sarampo é uma das doenças infecciosas mais contagiosas e, nalguns casos, pode ser grave ou mesmo fatal. A vacina é a principal medida de prevenção contra a doença, é gratuita, chama-se VASPR e também protege contra a papeira e a rubéola. A primeira dose é administrada aos 12 meses e a segunda aos 5 anos. A cobertura vacinal para a primeira dose é de 98% e, para a segunda, varia entre 96% e 98 por cento, de acordo com os últimos dados disponíveis.

Em 2016, o sarampo tinha sido declarado como eliminado de Portugal, pela Organização Mundial da Saúde, mas o País ficou em risco devido à existência de surtos em alguns países europeus com comunidades não vacinadas e ao aumento de circulação de pessoas. Surgiram surtos no nosso País em 2017 e em 2018. 

Em 2018, 93% das situações detetadas foram associadas a casos importados de outros países. Um elevado número de profissionais de saúde contraíram a infeção apesar de vacinados, mas isso deveu-se ao facto de estarem em contacto com doentes com sarampo durante longos períodos de tempo.

Prevenir, detetar a doença precocemente e reagir rápido em caso de suspeita é  muito importante. Além disso, há comunidades não vacinadas. É preciso desmistificar alguns mitos sobre vacinas.

nosso dossiê sobre o Programa Nacional de Vacinação explica tudo. Optar pela vacinação é uma decisão individual com peso na sociedade. Vacinar a maioria da população cria imunidade de grupo: caso surja uma infeção, é mais difícil transmiti-la. Tal permite eliminar ou, pelo menos, controlar doenças. Quando poucos estão imunizados (vacinados), as doenças contagiosas espalham-se facilmente pela população.

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

Num Mundo complexo e com informação por vezes contraditória, a DECO PROTESTE é o sítio certo para refletir e agir.

  • A nossa missão exige independência face aos poderes políticos e económicos. 
  • Testamos e analisamos uma grande variedade de produtos para garantir que a escolha dos consumidores se baseia em informação rigorosa. 
  • Tornamos o dia-a-dia dos consumidores mais fácil e seguro. Desde uma simples viagem de elevador ou um desconto que usamos todos os dias até decisões tão importantes como a compra de casa.
  • Lutamos por práticas de mercado mais justas. Muitas vezes, o País muda com o trabalho que fazemos junto das autoridades e das empresas. 
  • Queremos consumidores mais informados, participativos e exigentes, através da informação que publicamos ou de um contacto personalizado com o nosso serviço de apoio.

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Faça parte desta comunidade.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós