Notícias

Novo cartão de emergência para turistas e residentes estrangeiros

Os turistas e residentes estrangeiros em Portugal podem utilizar um cartão de emergência médica que facilita a comunicação com as autoridades. O cartão também pode ser usado por qualquer cidadão português.

  • Dossiê técnico
  • Susana Santos
  • Texto
  • Sofia Frazoa e Filipa Nunes
13 dezembro 2018
  • Dossiê técnico
  • Susana Santos
  • Texto
  • Sofia Frazoa e Filipa Nunes
cartao emergencia

iStock

Com o objetivo de melhorar a comunicação com as autoridades e serviços de emergência médica, a Associação Safe Communities Portugal desenvolveu um cartão de identificação de emergência dirigido a turistas e residentes estrangeiros em Portugal, mas que também pode ser utilizado por qualquer cidadão nacional.

O Cartão de Emergência não substitui um documento de identificação oficial. É um documento que contém informação útil às equipas de socorro em caso de urgência, como a medicação que a pessoa está a tomar, alergias, doenças atuais ou até informações sobre as autoridades dos países de origem dos cidadãos para estabelecer o contacto em caso de necessidade.

Para obter o cartão, os cidadãos interessados podem fazer o download gratuito nos sites das entidades promotoras (GNR, PSP, INEM e Associação Safe Communities Portugal) e preencher o documento disponibilizado.

Além do nome e da idade, são pedidos dados como a morada completa de residência permanente (onde habita normalmente, não onde passa férias), o telefone com indicativo internacional da autoridade policial dessa morada, o local de estadia em Portugal onde vai permanecer e o nome e telefone de quem quer que se contacte em caso de emergência. Também são pedidos dados da seguradora (caso exista), assim como uma descrição das doenças, alergias e medicação que toma.

Após o preenchimento do cartão, deve imprimir o documento PDF em formato A4, recortar o cartão à medida, plastificá-lo e guardá-lo na carteira para ser facilmente encontrado em caso de emergência. Se houver alterações aos dados inseridos, pode repetir-se o processo.

Como não se trata de um documento oficial, as informações fornecidas são da responsabilidade de quem preencheu o cartão e não serão guardadas em nenhuma base de dados.

 

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.