Notícias

Legionela: o que é, como se transmite e como prevenir

10 janeiro 2018
legionela

10 janeiro 2018

Há um vazio legal quanto às auditorias à qualidade do ar interior que é urgente corrigir. Estas devem voltar a ter uma periodicidade obrigatória.

Como proteger-se

Na eventual ocorrência de colónias de legionela na água da rede doméstica, é fundamental evitar a inalação de aerossóis que se formam, essencialmente, quando a água atinge determinada pressão. Para diminuir a pressão da água, retire os filtros arejadores das torneiras e as cabeças dos chuveiros: pode assim servir-se destes dispositivos minimizando a formação de gotículas. Estas extremidades devem ser mergulhadas numa solução de água e lixívia (metade de cada) durante 1 hora. Faça o mesmo à mangueira do duche.

Até conhecer a origem deste surto de legionela, não use humidificadores ou jacuzzi. Se tem aparelhos de desumidificação, remova a estrutura exterior do equipamento e deixe escoar toda a água acumulada. Limpe o reservatório onde a água condensa, a válvula de descarga e os filtros com um pano embebido numa solução de lixívia.

Os aparelhos de ar condicionado domésticos (splits murais, por exemplo) funcionam através da circulação de um gás refrigerante e não de água, pelo que a sua utilização não aumenta o risco de contrair a doença. As torres de arrefecimento, sempre localizadas ao ar livre, são equipamentos destinados a arrefecer água em diferentes processos industriais, como em sistemas de AVAC, entre outros. É essa água que as bombas recirculadoras, a partir de um tanque (ou piscina) instalada ao ar livre fazem recircular quando o sistema funciona. É nesta mesma água que, estagnada por tempo suficiente ou sem tratamento apropriado, poderão formar-se colónias de legionela.

Outros conselhos importantes
  • Evite a estagnação de água nas canalizações de casas desabitadas há muito tempo. Nestes casos, deixe correr a água por uns momentos em todas as torneiras.
  • Após a substituição de canalizações antigas ou de reparações na rede de distribuição, mande limpar e desinfetar as juntas e filtros. Depois, deixe correr a água das torneiras por um certo tempo.
  • Não falhe a manutenção dos equipamentos: limpe e elimine o tártaro com uma solução ácida e desinfete com lixívia, pelo menos, uma vez por ano. Substitua as juntas e os filtros.
  • Tem um termoacumulador? Mantenha a temperatura da água a mais de 70ºC.