Alertas

Ébola: o que é, como se transmite e como prevenir

23 julho 2019
ebola

Evitar o contacto com doentes infetados, lavar e descascar fruta e vegetais e utilizar apenas água potável são alguns dos cuidados para evitar o contágio com o vírus ébola.

Recomendações para viajantes

Já foram acionadas algumas medidas de controlo na África Ocidental, nomeadamente isolamento, monitorização ativa dos casos e vigilância reforçada nas fronteiras. Se tem mesmo de viajar para um dos países afetados, siga os conselhos da DGS.

  • Cumpra as regras de higiene básicas indicadas pelas autoridades de saúde locais. A principal é lavar as mãos com frequência, pois o vírus é facilmente eliminado pela ação do sabão, da lixívia, da secagem ou da luz solar (sobrevive pouco tempo em superfícies expostas ao sol).
  • Evite estar próximo de pessoas com suspeita ou confirmação da doença. A regra também se aplica aos cadáveres.
  • Não mexa em nenhum material ou objeto usado no tratamento dos doentes.
  • Não contacte com animais selvagens, vivos ou mortos (macacos, morcegos, antílopes, entre outros), nem consuma a sua carne.
  • Cozinhe muito bem os alimentos de origem animal (carne e leite) antes de os consumir. A refrigeração e a congelação não inativam o vírus.
  • Procure imediatamente um médico se tiver algum dos sintomas da doença.
  • Durante a viagem (aérea ou marítima), informe a tripulação se sentir algum sintoma.
  • Vigie o seu estado de saúde nos 21 dias após a entrada em Portugal. Informe a Linha Saúde 24 (808 24 24 24) se apresentar algum indício da doença ou em caso de contacto direto com algum doente sem proteção adequada. Relate a viagem recente e descreva a sintomatologia.