Dicas

Olhos: como tratar problemas

30 março 2015
olhos

30 março 2015

Conjuntivite, blefarite, calázio e hordéolo são problemas oftalmológicos frequentes que podem ser resolvidos em casa. Desfazemos alguns mitos, como esfregar uma aliança quente num terçolho.

Calázio

Mais comum na pálpebra superior do que na inferior, o calázio desenvolve-se gradualmente e vai-se instalando.

Pode surgir disfarçado, na medida em que o seu aspeto facilmente se confunde com o de um terçolho. Mais do que uma doença, estamos perante um problema estético, já que é benigno, mas bastante incomodativo.

Sintomas
Perante uma inflamação não infecciosa da glândula de Meibomius, aparece na pálpebra um nódulo redondo e acinzentado. Quanto maior é o nódulo, maior será o risco de turvar a visão. O calázio é duro e, por norma, indolor.

Como tratar
O calázio pode desaparecer por si mesmo, sendo reabsorvido ou drenando. Mas, no geral, é um processo que demora semanas ou meses. Para acelerar o ritmo natural, usar compressas quentes pode facilitar a drenagem. No caso de não ser reabsorvido e de o problema persistir durante meses, é possível remover o nódulo através da injeção de corticoides ou de uma simples intervenção cirúrgica.