Dicas

Olhos: como tratar problemas

Calázio

Mais comum na pálpebra superior do que na inferior, o calázio desenvolve-se gradualmente e vai-se instalando.

Pode surgir disfarçado, na medida em que o seu aspeto facilmente se confunde com o de um terçolho. Mais do que uma doença, estamos perante um problema estético, já que é benigno, mas bastante incomodativo.

Sintomas
Perante uma inflamação não infecciosa da glândula de Meibomius, aparece na pálpebra um nódulo redondo e acinzentado. Quanto maior é o nódulo, maior será o risco de turvar a visão. O calázio é duro e, por norma, indolor.

Como tratar
O calázio pode desaparecer por si mesmo, sendo reabsorvido ou drenando. Mas, no geral, é um processo que demora semanas ou meses. Para acelerar o ritmo natural, usar compressas quentes pode facilitar a drenagem. No caso de não ser reabsorvido e de o problema persistir durante meses, é possível remover o nódulo através da injeção de corticoides ou de uma simples intervenção cirúrgica.